Viena

Áustria – Viena

Grandiosa. Essa é uma boa definição pra começar a falar sobre Viena. Viena (Wien em alemão) é a capital da Áustria e foi antigamente o centro do majestoso Império Áustro-Húngaro. Denominada frequentemente (isso ainda tem trema?) como “Cidade dos Músicos”, é sempre repleta de concertos e apresentações musicais por toda parte. Strauss, por exemplo, aprontou muita arte por aqui. (((-:

Quem também morou por essas bandas (a partir dos 4 anos de idade até 1940, quando fugiu dos nazistas para a Inglaterra) foi nosso amigo austríaco-judeu-tarado Sigmund Freud. Tarado sim! Só porque ele tinha desejos libidinosos com a própria mãe, decidiu dar cunho científico pra própria safadeza e dizer que todos nós somos tarados por natureza desde criancinha e que nossa primeira busca pelo prazer sexual começa chupando uma chupeta. E quem nunca chupou chupeta? Xiiii … tenho até medo de pensar. (((((((((-: Agora é sério: estou brincando. ((((-: Graças à ele e suas teorias, dominei minha vida após um ano de terapia baseada em tratar traumas de infância. É sério! É que minha mãe costumava jogar o plástico de coar café na minha cabeça! kkkkkkk … Viu! É culpa dela eu ser meio “doidinha”… ((((-:

Como eu ia dizendo (ou escrevendo…tanto faz), Viena é uma cidade populosa e que ainda se apresenta com muitos prédios de sua época de glórias. A cada quarteirão, um novo prédio imponente e com fachada trabalhada se apresenta. Muitos são definidos como ”bolo de noiva” de tão pomposos e cheios de fric-fric. Fiquei, de verdade, cansada de tanto exclamar: “Olha isso! Olha isso! Olha isso!”. Então… olha isso!!!

Como já citei no post sobre Bratislava (Eslováquia), esta e Viena são vizinhas. Viemos pra Viena, partindo de Bratislava, de trem. Aliás, um percurso que deve ser lindo na época em que os girassóis ainda não foram torrados covardemente pelo seu amado Sol. Durante boa parte desse percurso, de aprox. 1 hora, vê-se quilômetros e quilômetros de plantações de girassóis. Aliás, vocês sabiam que um dos meus grandes sonhos é correr no meio de uma plantação dessas? Então. É. Mas INFELIZMENTE eles estavam (tadinhos) secos e esturricados. )))-: Fiquei um pouco depressiva com a cena, mas já me recuperei. (((-:

Chegada em Viena. Me senti no paraíso da comunicação, pois voltei a entender placas e as mulheres que ficam falando no microfone da estação de trem. (((-: Não. Não dá pra explicar o mix de sentimentos ao perceber o quão feliz se fica em ouvir alemão em determinadas situações. Mas já me recuperei, ou seja, não aguento mais ouvir gente falando alemão! (((-:

Ficamos hospedados num hotel afastado do centro, mas vizinho de um restaurante japonês supimpa. Pergunta se ficamos felizes… LÓGICO! Nada podia ser mais perfeito! Bom, duas noites em Viena, duas jantas japonesas. (((-:

Mas estar afastado do centro não é um problema se tratando de Viena, pois nunca vimos um transporte público tão eficiente e com intervalos absurdamente reduzidos entre um trem e outro ou entre um ônibus e outro, etc. Na tabela de horários é escrito apenas o primeiro horário e depois escrevem “a cada 3 ou 5 minutos”. É um atrás do outro. E não é óbvio que, por isso, os transportes ficam relativamente vazios. Não ficam. É muita gente indo e vindo todos os dias. Fantástico!

Quando for almoçar, procure restaurantes mais afastados do grande centro e, de preferência, perdidos nas vielas de Viena. São os melhores (e, geralmente, mais baratos)! Esse que encontramos mudou nossos referenciais de nobreza, ou seja, comer na panela, descobrimos, é coisa de nobres e não, como sempre aprendemos,  de mau-educados. (((-: Olha que Lord… (((-:

Olha lá a última moda dos passeios turísticos guiados! Essas coisas me dão medo, pois sempre que vejo essas ondas de substituição das nossas capacidades motoras por equipamentos modernos, penso na lei de Darwin: “o que não usa, atrofia”. Será que no futuro os seres humanos começarão a nascer sem pés!?!?! Sim, porque cada vez menos nos países desenvolvidos as pessoas querem andar a pé . Haja visto nos Estados Unidos, onde mal tem calçada pra pedestre, pois quase todos (ou quiçá todos) tem carro. Aff… Medo.

Olha meu sonho de consumo ai embaixo!!!! E em Viena!!!! Uhúúúú!!! Pois é, quem tem fusca não tem fronteira!!! (((-: Aliás, descobri que o nosso popular e barato fusquinha do Brasil é artigo de luxo e coleção aqui na Zoropa (assim como a nossa perua velha)! Sério! Conversando com minha amiga suiça, descobri que o sonho dela é comprar um fusquinha vermelho. Dá pra acreditar que o sonho inatingível de uma suiça é comprar um fusquinha vermelho!?!?!?!? Ai eu contei pra ela qual é o “status” necessário para que uma pessoa no Brasil compre um fusquinha e ela, pasmem, ficou morrendo de inveja de mim!!! ((((-: Referencial é tudo.

Uma coisa interessante também são os manequins das lojas em Viena. Não sei porque, mas me fizeram refletir. Elas não tem boca e são bem vestidas. Isso seria algum fenotipo desejável ou seria mesmo uma ilustração do que representa a mulher sofisticada e rica para a sociedade vienense (ou quiçá mundial)? Hein? Hein? Hein? É sério! A única loja onde vi manequins com boca foi, ironicamente, na loja de lingerie. O que também faz sentido… ((((-:

Essa abaixo é a Prefeitura (Rathaus). Uma belezura!

No Brasil temos o MST (Movimento dos Sem-Terra) e em Viena eles também tem, mas com outro significado. É o MST (Movimento dos Sobre-Teto). Tá bom. Na verdade, acreditamos que os caras usam essa casinha pra guardar ferramentas, pois o prédio, pra variar no verão europeu, está em obras. É, acho que ninguém apresentou andaime pra eles… (((-:

Saquinhos para as madames recolherem a “caca” dos seus poodles. O que não significa que não encontrará nada no meio do seu caminho. Por isso: cuidado. Nem toda madame sabe ler. (((-:

Esse é o portão da cidade. Nada comparado ao “Portão de Brandemburgo” de Berlim, mas dá pro gasto vai. Na verdade, tenho a impressão que foi a última coisa a ser construída em Viena. Por quê!? Pelo simples fato de ser tão simples. Acho que o povo estava cansado de tanto trabalhar nas obras gigantescas e esculturais e, de repente, lembraram que esqueceram do portão de entrada. E ai fizeram isso ai. (((-:

Ruínas romanas (Römische Ruinen). Fala sério, isso sim que podemos chamar de ruínas arruinadas. Se quiser ver é bom se apressar, pois não dou mais 10 anos pra elas sumirem dai. (((-:

Viena! Viena! Sua classe e “finesse” está estampada até mesmo nas sinalizações para local de travessia de pedestres. Olha que luxo esse casal! Nessa hora até me senti mal de estar de havaianas (pra variar). Mas depois lembrei que havaianas está na moda aqui na europa e que custa (aqui) aproximadamente 30 euros. Tô chique! (((-:

Caminhando sem destino encontramos esses caras tocando esses tachos. Foi a primeira vez que vimos “isso” e achamos o máximo! Só não entendemos como que os caras conseguem obter sons diferentes, dependendo de onde batem (levemente) com os dedos. Alguém sabe!?!?!? Se souber, não hesite: diga pra gente, ok!? Essa duvida ainda me tira o sono. Ó! (((-:

Essa é famosa Catedral do Stephan (Stephansdom). LINDA! Por dentro não tenho a menor idéia, pois a minha paciência não me permite entrar em todas catedrais e igrejas que existem na europa. Afff… Precisaria de um dia a mais para cada destino se fosse fazer isso e, depois, eu sei, eu iria me arrepender, pois “há tanta vida lá fora…”. (((-:

Olha o que dá brasileiro na europa… (((-: Tem umas coisas que são difíceis de acreditar que existam na europa e que é impossível imaginá-las, por exemplo, no Brasil. Em vários “postes” de Viena (e em vários outros lugares na europa) tem esses saquinhos com vários exemplares dos jornais da cidade e, pra quem quiser comprar, é só introduzir na caixinha amarela a quantia solicitada, pegar seu jornalzinho e sair feliz da vida. Agora, imagina isso no Brasil. Definitivamente: não rola. Uma pena. )))-:

Schloss Schönbrunn é um palácio com um jardim gigaaaaaaaaaaaaante. É maravilhoso e, segundo críticos, tá pau-a-pau com o castelo de Versalles em Paris. É grande, lindo, interessante e você ainda não paga nada pra andar na área externa. Perfeito, não!? Foi nesse palácio que Mozart realizou o seu primeiro concerto para a realeza e, foi aqui também, que o Bona (Napoleão Bonaparte para vocês) perdeu seu único filho legítimo. Pois é, ele mÓrreu! )))-:

Schloss Belvedere não é tão grandioso quanto o de Schönbrunn, mas tem seu valor histórico e cultural. No interior do palácio existem vários quadros de artistas como Monet, Renoir e Gustav Klimt (pintor austríaco). Mas o fato mais interessante sobre esse palácio é ouuuutro. Nesse palácio viveu Franz Ferdinand, que foi assassinado em Sarajevo (Bósnia). Fato responsável, simplesmente, pelo início da Primeira Guerra Mundial. Depois dizem que são as mulheres que incitam as guerras. Há!

Maaaaas hoje o palácio traz inúmeras belezas que ofuscam seu passado sombrio. Uma de suas belezas é seu chafariz encantado. (((-: Uma fonte digna de Viena, fala sério! (((-:

A arquitetura externa de Viena é tão luxuosa que, até mesmo, simples estações de trem traduzem isso. Olha que coisa linda!!! Com uma estação dessas, quem é que vai se sentir pobre em andar de transporte público? Quem? Me fala. (((-:

Ilha do Danúbio (Donauinsel) é um trecho do Danúbio onde tem muita balada e muitas possibilidades de se praticar esportes náuticos. No verão a coisa ferve por aqui! Na beira desse rio, neste trecho, encontramos muitos barzinhos moderninhos que fecham durante o dia e arrebentam durante a noite. Além disso, tem muitos restaurantes beirando ele, onde você pode se alimentar e desfrutar da compania de gansos interesseiros que só se aproximam de você esperando comida. (((-: Mas mesmo assim são lindos e sempre embelezam nossas fotos européias! ((((-:

Rodriguinho desfrutando na Ilha do Danúbio. Eu também desfrutei, pois combinamos que cada um ficaria 5 minutos no colo do outro, mas, pra variar, eu deixava de contar o tempo, enquanto ele, inclusive, colocava o relógio pra despertar a cada 5 minutos que eu estava no colo dele, é mole!? Acho que eu já falei sobre a certeza que eu tenho de que vou pro céu, né!? (((-:

Olha o povo nadando e tomando o Sol na beira do Donau. Mas o mais incrível sobre o Danúbio ainda está por vir, meus caros… Chegando nessa “ilha” e fomos caminhando para um dos lados, sem saber exatamente onde ia dar. Pois bem, chegando no inesperado, vi o indesejado. Um homem nú dentro de um barco no meio do nada!!!!!!!!!!!! Não vi a cara do sujeito, pois ver algum nú e olhar pra cara é coisa de gente desequilibrada, certo!? ((((-: Era um senhor, mas até que bem conservado, quando de costas. Mas a hora que virou de frente…. iiiiiiiiiiiiiiiihhhhh… com aquela minhoca ele não pegava nem uma piabinha! ((((((((-: Pois é, existe um lugar nessa ilha que é frequentado por “naturistas”, portanto se vir a cobra-caoia não se assuste. (((-: Top-less é, como dizem os alemães: “ganz normal” (totalmente normal). Mas pode também ser traumatizante. ((((-:

Esse dia toda extensão da ilha estava lotada de gente. Também, o dia estava MARAVILHOSO!!! E, agora é hora de aproveitar, pois o outono já está sendo anunciado pelas folhas das árvores espalhadas pelo chão. Uma cena linda, mas, pra quem ama o Sol e mora aqui, triste. ))))-:

Mais fotos dessa gigante e exuberante obra arquitetônica mundial aqui!!!

[pinit count="vertical"]

13 Comentários para "Áustria – Viena"

  1. Beiço disse:

    Viena Rules!!! Terra de Freud, Wittgenstein, Wagner, entre outros, foi berço de um monte de loucuras no fim do Século XIX que mudaram a história do mundo…

    Esse texto é longo e um pouco técnico, mas é bem legal: http://psicanaliselacaniana.blogspot.com/2006/07/sobre-viena-de-freud.html

    E o instrumento que os malucos estavam tocando na rua é o “Hang Drum”. No You Tube tem coisas incríveis sendo tocadas com ele.

    Bjossss

  2. Maira disse:

    Minino o texto é enoooooooorme, mas li com o maior prazer! (((-: Aliás, até ganhei ânimo agora pra continuar estudando meus textos em alemao…afff…

    Valeu pelo adendo cultural… Sempre bom ter um cunhadinho formado em história, né!? Acho que vou deixar o Wikipédia de lado e comecar a consultar vc…hehehehe…

    Oba! Agora, sabendo o nome do “dito”, já podemos dormir tranquilos… (((-: O pior é se o Rodriguinho resolver comprar um … (((-: O bichinho ficou taaaao encantado! (((-:

    Bjú!!!!

  3. Alessandra disse:

    Nossa, Maira! Não sabia que Áustria é tão linda.
    Quanto ao comentário dos fuscas e das Kombis, dei muita risada. Pq teve uma francesa que fez estágio na empresa que trabalho, e ela não podia ver uma Kombi que ficava toda feliz e ainda dizia que quando voltar para o Brasil novamente, mas para morar, vai ter uma Kombi. Ela tirou foto e filmou uma para levar para França. Vc acredita? rsrsrsrs.
    Depois do seu relato fiquei convencida que ela estava falando sério…kkkkk

    Beijinhos e saudades
    Alê

  4. Maira disse:

    Pois é Lê… Viena é um espetáculo! E o fusca deu um charme a mais… hehehe…

    Saudades master maninha!

  5. Haila disse:

    Maninha e Cunhadinho…

    Qtas vezes vou ter q dizer q são CISNES e não GANSOS!!!!!!!hahahahahahahahahahahahaha
    Estou adorando ler seu blog, tá mto, mto interessante, engraçado e informativo. To mto orgulhosa de ter uma irmã como vc. Te amo demais! E tb amo mto meu cunhadinho, adorei a foto dele com a placa do cachorro – simplismente hilário! To morrendo de saudade de vcs! Mas acho melhor vcs não visitarem mais nenhum lugar, senão não vai sobrar lugares pra eu visitar com vcs o ano q vem!!!!hehehehehe
    Bjokas

  6. Maira disse:

    Manaaaaaaaaaaa…kkkkkkk…. acredita q qdo escrevi pensei em vc? Sério! Fiquei pensando sobre nossa discussao em Luzern, mas nao lembrava a conclusao e ai arrisquei… hehehe… errado! (((-:

    Tb te amo muuuito macaca!!!! E é taaaaaaaaaaao bom ler tudo que escreveu… Pois é, adoro um “cafuné virtual” familiar… (((-:

    E é bom vir logo… hehehehe… Ano que vem, se Deus permitir, nao vou mais ter tantos dias de férias… (((-: Afff… Qdo eu ia imaginar pedir isso! Me inteeeeeeeeeeeeerna!!!! kkk

  7. Andréia disse:

    Olá, encontrei seu blog por acaso. Conheci Viena e outras partes da Áustria há um ano mais ou menos. E concordo plenamente com vc em todos os comentários, aliás muito obrigada por acrescentar conhecimentos que eu não tinha…^^

    Ah e a Catedral de Saint Stephan é lindíssima por dentro tb, e eu ainda fiz a loucura de subir mais de 500 degraus e a visão lá de cima é in-crí-vel!!!!

    Bjus ^-^

  8. Rouvier disse:

    Não li tudo não rs*, mais achei maravilhosa as fotos, deu vontade de ir nas minhas ferias. Que aliais estão chegando. Conheço um cara que tem um fusca com aquele, manda os dólares ou seria euros!!!

  9. Maira disse:

    kkkk…. tu é um palhacinho mesmo, né!? Putz vender fusca pra europeu seria um ótimo negocio se nao fossem os impostos e taxas absurdas q se paga pra mandar o carro…afff… seria taaaaaaaaaao bom… (((-:

    e larga a mao de ser preguicoso e lê tudo! (((-: bjs

  10. Lucia disse:

    Em outubro de 2008 estive em Viena pela 3ª vez. Pena que vc não entrou na catedaral de Santo Estevão que é mais linda por dentro do que por fora. Quanto aos arcos romanos não vai desaparecer não , pois os europeus tem uma cultura muito diferente dos brasileiros que não tem história para contar, destroem tudo. Adoro Viena ,mas Praga é mais linda ainda. Bjos

  11. Paula disse:

    ~
    O texto é enorme, mas dá um prazer imenso de ler.!
    as fotos estao LINDAS, nossa, em pensar que as estações do ano são bem definidas meus olhos se enchem de lágrimas.! que vontade de conhecer viena.!
    eu estava aqui proucurando fotos no google quando mi deparei, sem querer, com seu blog, está LINDOOOOOOOOO.

  12. pv disse:

    Bacana. Os “tachos” chamam hang ou hang drum. São muito bacanas memo, se tiver curiosidade, tão aí esses links..! Manu Delago é ótimo tocando esse troço.
    http://en.wikipedia.org/wiki/Hang_%28musical_instrument%29
    http://www.youtube.com/watch?v=TQXn5ba0aT8

  13. Kenya Aguiar disse:

    Lindo!!!

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório