Comes & Bebes

Culinária brasileira na Alemanha – Parte 3: pão de queijo mineiro (o legítimo)

dsc02199

Pois é, demorei, mas tá ai! Depois de muito tempo, muitos pedidos e muitas cobranças o Rô me passou a receita secreta do legítimo pão-de-queijo mineiro. Mas ó “xiu”, pois é segredo. (((-:

INGREDIENTES:

Para 1kg de polvilho doce:
> 1 copo americano de leite. (Obs.: eu acho que 1 copo americano equivale a 150ml).
> 1 copo americano de água.
> 1 copo americano de óleo (soja, por exemplo).
> 1 colher de sobremesa cheia de sal ou tempero.
> uns 400 gramas de queijo “meia cura” ralado (nem precisa dizer que o mineiro é que é o “bão”… ). Na falta do queijo meia cura, você pode fazer uma mistureba de queijos. Por exemplo, 200g de Emmentaler, 150g de Gouda, e uns 50g de Parmesao. Obs. Nao coloque muito parmesao porque ele é muito forte.
> de 5 a 7 ovos (depende do tamanho e do ponto das massa).

Opcional (porém muito bom):
> uns 150 gramas de queijo fresco cortado em cubinhos bem pequenos. Na alemanha você pode colocar aquele “queijo branco salgado” que vende em loja de turco.
> uns 150 gramas de linguiça calaresa defumada cortada em cubinhos muito pequenos. Aqui na Alemanha é a linguiça cabanossi.
> uma cebola média picada em pedacinhos bem pequenos.

PREPARACAO:

1. Colocar o polvilho em uma “bacia” adequada
2. Em uma panela (ou copo de metal), misturar o leite, água, óleo e o sal e levar ao fogo até ferver (atenção porque ferve de uma vez só!).
3. Despejar a mistura fervida lentamente (e em lugares diferentes da bacia) e ir mexendo o polvilho com um garfo (para não formar pelotas grandes). No vocabulário mineiro isso se chama escaldar o polvilho.
4. Enquanto o polvilho escaldado esfria, ir mexendo com um garfo para quebrar as pelotas até elas que fiquem bem pequenas.
5. Depois que a massa esfriar, colocar os ovos, um a um e ir sovando a massa (bater os ovos separadamente em uma caneca antes de jogar na massa).
6. Depois de 4 ou 5 ovos a massa deverá estar quase no ponto. Jogar o queijo ralado e continuar sovando.
7. Colocar mais 1 ou 2 ovos até que a massa fique no ponto e comece a se soltar da bacia.
8. Acrescentar o queijo frescal e a linguiça cortados em cubinhos e misturar mais um pouco até que a massa fique homogênea.

Observação: o “ponto” da massa é uma coisa meio subjetiva, então…

PARA ASSAR:

Pré aqueça o forno por 10 minutos na temperatura máxima (300 graus??).
Colocar a forma e, após 13 minutos, baixar a temperatura para 150 graus.
O tempo total é de 20 a 30 minutos.

RENDIMENTO:

Não sei, mas dá pão de queijo até falar chega (talvez uns 100)! Como experiência vale fazer ½ receita.

Dicas:
> Se a massa ficar muito grudenta, passar um pouco de azeite nas mãos para enrolar os pães de queijo. Nesse caso, é mais fácil tirar as porçoes da bacia com uma colher.
> Após colocar o pdq para assar, não abrir a porta do forno antes de 20 minutos.
> Forrar a forma de assar com papel alumínio ou papel manteiga.
> eu costumo enrolar as bolinhas com um tamanho de 3-4 cm de diâmetro.

Boa sorte e bom apetite! O trem é bão de mais, sô! ((((-:

[pinit count="vertical"]

8 Comentários para "Culinária brasileira na Alemanha – Parte 3: pão de queijo mineiro (o legítimo)"

  1. didi disse:

    uai sô, num vai fermentu ????

  2. Camila disse:

    oi Maira,
    Sei bem o quanto é bom fazer e saboreas nossas receitas quando estamos fora. Despois que descobri o ‘Maniok Mehl’ no asiatico minha vida mudou. Eu e mais duas amigas encontrávamos jeden Dientag para comer pão de queijo, fofocar, tentar saciar a saudade do Brasil e é claro, falar mal dos alemães.
    Depois de 3 anos de volta ao Brasil, como praticamente pão de queijo todos os dias de tipos e sabores diversos (borrachudo, duro, recheado, dormido…)e te digo uma coisa: Que saudade desses dias nostalgicos e divertidos que o bom e velho pão de queijo me proporcionou!

    *ah, foi o Dani (seu cunhado) que me falou do seu blog!

    • Maira disse:

      Oi Camila, pois é mulher se o mineiro ficar sem pdq a coisa pega…hahahaha… É muito gostoso mesmo esse sentimento de saudades todos os dias. A gente dá valor para um pdq como q se ele fosse um mercedez! ((((-: Adorei o recadinho e espero logo estar comendo pdq “em casa”, pois qdo voltarmos ele vai ter gostinho de vitória e talvez nos traga saudades daqui. Vai saber…. (((-: Vi seu blog tb e ameiiii! Amo artesanato! Comecei o ano passado a fazer bijou, entra no meu site e vê http://www.engelartes.wordpress.com. Obrigada pela visita e volte sempre, pois se é amiga do cunha, é coisa boa! (((-: Bjsss!

  3. Monica disse:

    Agradece ai o minerin!!!! Vou tentar fazer aqui em casa, mas nao sei nao, carioca se metendo a besta com o pao de queijo mineiro!!!! hehehe Bjs Ah!! Aquela massa que vc trouxe aqui pra casa tinha a tal linguiça???

  4. me diga uma coisa as bolinhas tem que ser pequena,e pode colocar fermento por que onde moro so ha fecula nao tem polvilho,e tem que amassar bem a massa ,me ajude por que ajudo a pagar os estudos do meu filho e marido fazendo pao de quijo pra vender, gostaria de fazer bem feito pra vender bastante pois estou precisando….obrigado pela atencao.abracos.

  5. aurea ehmann disse:

    Ola, descobri que na Alemanha da para comprar o polvilho Podium que e o mais usado para o autentico pao de queijo, nao precisa mais misturar doce e azedo, nem escaldar, uma maravilha. La vai a dica para quem quiser, super qualidade, e bem mais barato que os polvilhos comuns.
    1 kg de Podium, 40 gr leite em po, 40 gr sal, 250 gr azeite girasool, 40 gr manteiga, 800 gr ovos, 700 gr agua fria, 200 gr queij ralado gruyere ou ementaler, o segredo e ir misturando exatamente nesta sequencia lentamente, formar os bolinhos, congelar. Depois de congelados, coloque no forno a 200 graus e em 20 a 25 minutos dependendo do tamanho feito e do forno, estao prontos.
    Comprei no paomini@paomatec.de Saboreiem tambem.

  6. Jacqueline Silva disse:

    Maira quero fazer essa receita essa semana, mas tenho algumas dúvidas…
    copo americano equivale a 250ml. vc diz “acho que é 150ml” Na sua receita vc usou como 150ml?
    Outra coisa… normalmente é só oleo e leite pra escaldar… ao usar tbm água, n fica mais duro? n é líquido demais? ou vc vai misturando à olho até chegar numa consistência “ideal” ?
    obrigada!

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório