Cultura

CULTURA ALEMA – o nudismo (FKK: Freikörperkultur)

desnudossensFaz um bom tempo que estou querendo escrever sobre esse ponto cultural beeeeem interessante na Alemanha, ou seja, sobre o nudismo (FKK: Freikörperkultur = cultura do corpo livre). Mas hoje foi o limite dessa espera. Por quê?

Explico. Hoje ficamos sabendo de uma situação inusitada com três turistas alemães no aeroporto de Salvador no Brasil. Dois deles simplesmente se despiram no saguão do aeroporto, sem a menor cerimônia! Isso mesmo: ficaram de cuecão na caruda e foram parar na delegacia sem direito a chucrutz e nem cerveja. Ahhhh velhinhos safados! (((-:

Qual foi o motivo? Segundo eles, não encontraram um banheiro onde pudessem trocar de roupa e não pensaram duas vezes, trocaram no saguão mesmo. Disseram que não acreditam ter desrespeitado ninguém com tal atitude. Afff…

Foi então que decidi ler por ai, o que foi dito sobre o incidente e me deparei com defensores dos velhinhos taradoes. Pois é, algumas brasileiras estão defendendo os caras dizendo que eles acham isso normal, pois na Alemanha o nudismo faz parte da cultura e não tem a apelação sexual que tem no Brasil. Bom, sobre a informação cultural, concordo. O que discordo totalmente é que essa explicação sirva para justificar o que eles fizeram. Ai já é demais, né!? Se na Alemanha é normal, problema ou sorte deles, mas no Brasil NAO É e eles deveriam saber disso e respeitar já que são tão cultos e evoluídos.

Na Alemanha o nudismo é SIM muito comum e “banalizado” em parques públicos, piscinas e saunas. Que eu saiba é SÓ. Na verdade também acabei de ler sobre velhinhos alemães voando pelados. Isso mesmo! Tem uma cia aérea alema que organiza voo para alemães que querem voar livremente, sem roupa e sem culpa. Maaas nunca ouvi ninguém dizer que viu alguém alemão trocando de roupa em algum espaço público internacional. Vocês já ouviram? E pior, num lugar público fora do país e da cultura deles.

Não concordo também com generalizaçoes, dizendo que TODOS alemães não respeitam a cultura alheia, mas esses, vamos combinar, pisaram na bola feio e tiveram (o mínimo) que mereciam. Gostei da atitude da polícia. Afinal, “tá na hora dessa gente bronzeada mostrar seu valor.”

Ainda se fossem uns italianos, até vai, né!? Mas idosos alemães, ai é desacato à autoridade mesmo. ((((-:

P.S.: a última frase é baseada nas minhas preferências, ok!? Nada pessoal. (((-:

[pinit count="vertical"]

14 Comentários para "CULTURA ALEMA – o nudismo (FKK: Freikörperkultur)"

  1. L&S disse:

    AAAAAAAHAHAHAHA SENSACIONALLLLLLLLL!!!
    Eu ia comentar sobre isso tb, ahhaah muitooo sem nocao ne?? HAHAHAH pq eles nao aproveitaram e pegaram o cipo das 6?? AHHAHAA

  2. Sandra Santos disse:

    Ei Maira, ontem eu escrevi o post que estava te devendo, sobre “machismo na Alemanha”. Um beijo, Sandra
    P.S.-Obrigada por ter colocado meu blog como parte da sua lista de “sites úteis” na Alemanha! :-)

  3. Ginna disse:

    é..num é mole nao……eles precisam saber o mínimo da cultura referente ao pais o qual está visitando seja ele Brasil ou outro qualquer, pois as diferencas culturais existem e devem ser respeitadas. Afinal de contas aqui precisamos saber “quase tudo” para sobreviver amigavelmente com eles, respeitando sua cultura.

    Ginna

  4. Rosana/ Richard disse:

    Oiiiiii, tudo bem, eu ia te mandar um email dizendo sobre os alemães pasou aqui no Brasil, kkkkkk, velhinhos tarados mesmos heimm……
    Ah e descobre direitinho sobre esse vôo nudistico porque daqui a pouco tudo que me restará é viajar com eles…..kkkkkk
    Beijinhos e Beijões
    Ro e Ri

  5. Roseli disse:

    Maira,um alemão me disse uma vez :nós fomos ,somos e seremos sempre aldeões(bárbaros).Entre um aldeão e outro não há problema ficar de CUECA ,seja em qualquer lugar,então ,para os senhores idosos que ficaram trajados dessa maneira ,não houve nada demais,agiram normalmente.E tem mais,eles estavam numa aldeia global!!!!que para o mundo todo “não existe pecado do lado debaixo do Equador,vou fazer um pecado rasgado,suado a todo vaporrrr”(foi o que eles fizeram)

  6. clo disse:

    Queria ver se eles estivessem num destes países “mais radicais”. hehehe….Do tipo furtou alguma coisa corta a mão fora. Ia sobrar salsichas…
    Quando se viaja pra fora de seu território ou cultura, tem-se que ficar espertos. Respito é bom e faz bem pros dentes.

  7. Maria Cristina Mingardi disse:

    Adorei o comentário dessa Clo. Tô contigo, Clo!

  8. Mi disse:

    hahaha que comedia! ja imagino, ou melhor, nem quero imaginar os velhinhos la no meio do aeroporto! como vc disse…se aqui é normal, ok, mas la no brasil nao é ;) bjs!

  9. Caio disse:

    Tudo bem que temos que conhecer a cultura do país que estamos visitando.
    Mas se eles (os alemães), que são os fechados, caretões e nós brasileiros o povo livre do país livre, país do carnaval (das mulheres nuas lembram?) o que queriam que eles fizessem???
    Não me refiro apenas a este caso mas a idéia de que NÓS vendemos a imagem SOBRE NÓS MESMOS de país desnudado de preconceitos, do país tropical, de país do carnaval onde se encontram meninas de 10, 11 anos exercendo a prostituição, de país sem pudores com suas belas mulatas rebolando sensualmente pra “gringo” ver.
    Vendemos aos turistas aqui e exportamos essa idéia mundo a fora.
    Queriam o que???
    Quando falamos que temos que conhecer a cultura de um povo esquecemos que antes disso temos que divulgar nós mesmos a nossa cultura para que possam, os estrangeiros, conhece-la da forma correta.
    Quando falamos que somos o país do futebol o que podem esperar os turistas?
    Futebol nos parques, nas escolas, nas praças, escolinhas de futebol em todos os bairros.
    País do samba, das mulatas, do carnaval. O que será que eles esperam encontrar ao chegarem no Brasil?
    Os alemães, no caso, nem sabem que o sul do Brasil foi colonizado por eles e pelos italianos. Não sabem porque não fazemos essa divulgação, essa propaganda.
    Propagamos nossa nudez, nosso estilo desprovido de preconceitos (e roupas)
    E sim, temos que aguentar a ignorância de certos europeus.
    Pois também vendemos isso pra eles.
    Antes de criticar temos que olhar nosso próprio umbigo e ver se ele esta bem limpinho…

    • Maira disse:

      Caio concordo com vc em muita coisa, mas nao concordo com sua conclusao. A nossa mídia é quem principalmente vende a nossa imagem como país do futebol e do carnaval. Já conheci muitos brasileiros por ai que fazem de tudo pra tentar mudar esse imagem e eu e meu marido somos dois dentro desse grupo que é bem grandinho. O que quero dizer é que tem MUITO brasileiro que vem pro exterior e traz para os gringos QUE QUEREM ENXERGAR um outro Brasil, ou melhor, mostram outras coisas e falam sobre outras coisas tanto boas qto ruins do Brasil. Maaaaaaaaas embora exista essa imagem, isso nao justifica que ninguém chegue no Brasil tirando a roupa, concorda? Se fosse assim eu ia ter chegado aqui na Alemanha e já no aeroporto quando o cara do passaporte me libera (ou nao) eu poderia estendar a mao com os dedos estendidos apontar pra cima e falar com tom firme e forte: HI HITLER! E eu NUNCA fiz e NUNCA vi ninguém fazendo isso, por mais que o mundo inteiro atrele à imagem da Alemanha ao nazismo. A China tem fama de falsificar produtos, mas eu nunca chegaria numa loja na China já perguntando que produto falsificado eles tem pra vender. A Bolívia tem fama de distribuir cocaína pro mundo todo, mas eu nunca fumaria maconha no aeroporto da Bolívia e nem ia chegar lá já perguntando onde é a “boca”. Acho que tudo na vida é uma questao de bom senso e respeito e quando se está num país que nao é o seu o ideal é procurar se informar antes de pousar lá, o que é permitido e o que nao. Além disso, é bom que na dúvida se pergunte e nao que vá tirando as calcas, concorda? É a minha opiniao e fico triste em ver que tem gente que dá razao pra atitudes como esta, independente de ter sido no Brasil ou nao.

  10. João disse:

    Maira, parabens pela treplica sobre o que Caio disse.
    Concordo totlamente com vc, e ponto final.
    Estou percebendo um toque matematico nas suas palavras e um jeito muito educado no discordar de alguem. Isso eh otimo..
    Jah li sobre os pelos nos suvacos e este topico agora. Estou me deliciando e morrendo de rir..
    Nunca vi pelos nos suvacos em mulheres, mas sou adepto de pelos, se eh que me entendes..
    Bye..bye.
    João.

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório