Santiago de Compostela

Espanha – Santiago de Compostela

 

Santiago de Compostela é a capital da regiao da Galícia, na Espanha. Na área hoje ocupada pela catedral de Santiago existia um povoado romano entre a segunda metade do século I e o século V.

Como modernos e “atoas” que somos (eu e o Rô), fomos pra Santiago de Compostela de carro mesmo, embora nao falte vontade de fazer o “super-pop” Caminho de Santiago de Compostela. Um dia iremos talvez nos aventurar, nao pela religiosidade (óbvio), mas sim pela aventura em si.

Chegando lá, achei tudo normal, mas quando entrei na Catedral minha revolta anti-escravagista, anti-ostentaçao e anti-poder de manipulacao histórico foi reavivada. A Catedral possui dois altares romanescos feitos de ouro (nao encontrei informacao contrária)!!! Por mais que vejam fotos, nunca poderemos entender ou estimar quanto ouro tem naquela obra. Sim, sou um pouco revoltada por natureza, mas quando vejo essas coisas viro uma leoa!!!

 

Sei, sei que nenhum seguidor da religiao atual tem culpa ou aceita o que foi feito pela igreja católica nos tempos idos, logo, entendam que minha revolta é pelo o que aconteceu no passado e nao pelo que a igreja católica representa hoje. Mas, sinceramente, nao consigo olhar aquela obra e ficar babando, achando maravilhoso. Penso em quantos escravos (nao necessariamente negros) foram usados e quanta diferenca social nasceu por causa dessa caracteristica de ostentacao através de obras milionárias. Menos pior que, provavelmente nao é “nosso” ouro que está nessa obra, pois ela comecou a ser construída em 1075. Nesse período, eles ainda nao tinham começado seus assaltos e catequisacoes na terra dos Tupiniquins!!! Tirando a revolta, li agora sites de fiéis que visitaram a Catedral e relatam que todos querem abracar o Santo Santiago por trás e um deles diz que nao o fez, pois achou um pouco estranho abracar o santo por trás… iiiiihhhh pronto!!! E tem mais, muitos dizem que é engracado observar as maozinhas de algumas pessoas no pescoco do santo que é cravejado de brilhantes… Será que nossos trombadinhas cansaram de roubar artigos baratos no Brasil???? Hummmm…

Enfim, falando um pouco sobre a cidade. A praca em volta da Catedral chama-se Praca Obradoiro e, em volta dela, esta um conjunto de predios historicos. De um deles fez-se um Hotel (obra da Rainha Izabel). O centro da cidade é repleto de ruas estreitas e pracas antigas. Facinho de percorrer a pé!

Como nao vi muuuuuitaaa coisa de mais, fiquei me perguntando o porque da peregrinacao naquele lugar. Pois bem, quem tem internet tem resposta pra tudo!!! Um pouco de história sobre a origem desta rota.

Segundo uma tradicao muito antiga, apos a dispersao dos apostolos pelo mundo, Sao Tiago, foi pregar as “boas novas” em regioes longinquas, passando algum tempo na Galicia, extremo oeste da Espanha. Ao retornar à Palestina, foi preso e decapitado, e seu corpo jogado para fora das muralhas de Jerusalem. Dois de seus discípulos, Teodoro e Atanásio, recolheram seus restos e os levaram de volta ao ocidente de navio, aportando na antiga cidade de Iria Flávia, na costa oeste espanhola, sepultando-o secretamente em um bosque de nome Libredón.

O lugar foi esquecido até que, oito seculos depois, um ermitao chamado Pelágio comecou a observar um estranho fenomeno que ocorria neste mesmo lugar: uma verdadeira chuva de estrelas caia todas as noites sobre um ponto no bosque, emanando uma luminosidade intensa. Avisado das luzes misticas, o bispo de Iria Flávia, Teodomiro, ordenou que fossem feitas escavacoes no local encontrando, assim, uma arca de marmore com os ossos do santo. A notícia se espalhou e pessoas comecaram a deslocar-se a fim de conhecer o sepulcro originando o Caminho de Santiago de Compostela.

O Caminho de Santiago de Compostela é uma rota de peregrinacao que se estende por toda a península Ibérica até a cidade de Santiago de Compostela, no extremo oeste do Reino da Espanha, aonde se acredita estar o túmulo do apóstolo homônimo.

Antigamente era um caminho de peregrinacao, hoje é mais turístico do que tudo. Normalmente o ponto de partida fica nos arredores da fronteira francesa, em Saint-Jean-Pied-de-Port, Roncesvalles ou Somport.

Em 1993 o Caminho de Santiago de Compostela foi declarado Patrimonio da Humanidade por Decreto da UNESCO, pois, na rota de Santiago, existem centenas de construcoes civis, militares e religiosas acrescentadas no decorrer dos séculos. Muitas delas constituem exemplos de estilos arquitetonicos romanico, gotico, barroco, plateresco e neoclassico.

Um lugar interessante, mas, fazer o caminho todo, sem duvida, deve valer a pena de verdade, pois, alem da aventura, pode-se conhecer gente do mundo inteiro!!!

Fotos abencoadas!!!

[pinit count="vertical"]

2 Comentários para "Espanha – Santiago de Compostela"

  1. Felipe Quintans disse:

    Corrigindo: Não é São Tiago é Saint Iago. São IAGO. Sempre existe esta confisão. Parabéns pelo site.

  2. Juju disse:

    Que delicia ler seus relatos. Issi me fez relembrar meu caminho de Santiago.
    No post que fiz sobre Annecy, que eu comentei sobre conhecer os lugares a pé, é isso que eu faço…. Vou caminhando pelo Caminho de Santiago pelo sul da França, cada lugar lindissimo. Ja fiz do lado espanhol tbm, e ver a catedral depois de caminhar 800 km…. É emocionamte demais a conta.
    Parabéns pelo seu blog e suas viagens…. Belissimas.

    Adorei.
    Juju

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório