Cursos

CURSOS – Curso de Inglês na Ilha de Malta

A República de Malta é um pequeno país europeu, composto por um arquipélago de cinco ilhas muito próximas, situadas a 93 km ao sul da ilha da Sicília, a sudoeste da Itália. ( Malta para turista aqui! )

É um destino muito comum entre os europeus que querem aprender inglês britânico, pois o inglês é a segunda língua oficial em Malta. A primeira é o Maltês, sendo a língua mais falada entre os habitantes malteses. Normalmente só utilizam o inglês para conversar com estrangeiros.

Chegando lá me perguntei por que os europeus escolhem Malta para estudar inglês, se eles poderiam ir para o Reino Unido (o berço do inglês)? Será que é o medo de ter que encarar o café-da-manhã inglês!?!?! Uma bomba, diga-se de passagem. Não. A resposta é outra. O motivo é o clima e, às vezes, também o preço. No Reino Unido normalmente só chove e, até onde eu sei, eles não tem muitas praias paradisíacas. Já em Malta a temperatura em junho estava entre 28 e 38 graus e a tendência para julho e agosto é chegar próximo aos 47 graus. Ah! E sem chuvas! Com céu incrivelmente azul e aguás absurdamente limpidas e mornas por vezes. Os preços são indiscutivelmente muito mais “camaradas” em Malta. E até pouco tempo atrás era muito mais, mas agora Malta integra a União Européia e, consequentemente, tenta equiparar os preços com os demais países do bloco.

Quando eu estava escolhendo o lugar pra estudar inglês levei em consideração três fatores: distância, preço e clima do local de destino. Considerando que vivo hoje na Alemanha, Malta foi a escolha perfeita. Considerado o lugar mais barato da europa para estudar inglês, voo partindo da Alemanha também barato e com a melhor temperatura média anual.

Estudei entre 2 de junho e 27 de junho na escola acreditada internacionalmente GVMalta (www.gvmalta.com). Foi um curso totalmente diferente do curso que fiz durante um ano para aprender alemão, pois as turmas mudam toda semana e não há aplicação de provas severas para que você passe de um nível para outro. Eles assumem que você sabe o quanto você sabe e o que é melhor pra você. Mas melhor do que o dia-a-dia na escola, é a oportunidade e obrigatoriedade de falar em tempo integral em inglês. E isso sim depende de sua própria vontade, pois pode ser que você encontre alguém lá que fale português e isso pode ser uma catástrofe! Se obrigue a falar inglês, mesmo que a outra pessoa também fale português, pois do contrário é dinheiro desperdiçado.

Nessa escola, assim como em quase todas escolas desse tipo, você encontrará várias opções diferentes de cursos. Eu escolhi estudar 3 horas e meia pela manhã e 1 hora e meia à tarde todos os dias. No período de baixa temporada é, sem dúvida, muito melhor. O arquipélago está mais vazio, todos tem aulas no período da manhã e opcionalmente à tarde, os preços dos cursos e das coisas na ilha são inferiores e o calor não é tão insuportável.

Em relação à hospedagem você tem várias opções. Pode ficar hospedado em um flat sozinho ou com mais alguém ou ainda pode ficar hospedado em uma casa de família. Eu escolhi ficar em casa de família e foi, sem dúvida, a melhor escolha que fiz. Tive muita sorte, pois a minha família era inglesa e eu sai ganhando muito com isso. Muitos alunos que conheci estavam hospedados na casa de malteses e eu, particularmente, não acho que seja uma boa opção. Todos malteses falam inglês, mas não é lá aqueeeeele inglês, afinal usam muito pouco e o acento é extremamente puxado para o italiano. Sendo assim, acho que vale a pena requerer uma família que venha do Reino Unido ou de alguém país cuja única língua seja o inglês.

Estudar inglês “in loco” tem várias vantagens. Uma delas é a oportunidade de interagir com pessoas de diferentes países. Acredito que esse é um ganho que não tem preço, pois muito mais do que te auxiliar na pratica da língua é a oportunidade que você tem de expandir seus horizontes e eliminar seus pré-conceitos ou ao menos fundamentá-los. (((-:

Aproveite o máximo essa oportunidade, pois através dela você também pode se tornar efetivamente fluente! Acredito que é a melhor forma de adquirir auto-confiança para falar inglês sem bloqueio. Estudei muitos anos, sempre com interrupções, inglês no Brasil, mas mesmo assim, por não utilizá-lo, nunca me tornei fluente e isso sempre me incomodou. Achei que chegando em Malta demoraria muito para falar, pois NUNCA tinha conversado mais do que frases feitas em inglês. Surpresa! Após 2 dias eu já estava “enrolando” pelos cotovelos! Foi só então que percebi que já podia conversar intermediariamente em inglês, mas como nunca tinha sido OBRIGADA a me comunicar só em inglês para sobreviver não sabia disso. Foi um sensação deliciosa ver que nunca desperdicei dinheiro e que, melhor, consigo entender e me fazer entender em inglês.

Agora é torcer para que a volta a Alemanha não prejudique DE NOVO meu inglês! Peloamordedeus!!!

É isso ai. Go ahead and enjoy it!!!

[pinit count="vertical"]

62 Comentários para "CURSOS – Curso de Inglês na Ilha de Malta"

  1. William Alexandre disse:

    Ola Maira!

    Eu estou a tempos procurando um pais para melhorar meu inglês mais até hoje não achei nada que se enquadrasse no meu bolso pelo que eu li aqui eu vi que malta pode ser uma boa opção.
    Pergunto: Quanto mais o menos eu gasto com comida e moradia lá isso por mês?

    Você poderia me passar o que você lembrar de preços lá em questão de comida, laser, diversão e etc.

    Eu não gosto de gastar muito eu sou meio pão duro mais e preciso quando se é Administrador recém formado.

    Obrigado!

  2. Jefferson disse:

    Olá Maira

    Preciso de ajuda. Sou professor universitário e tenho 46 anos, agora em jan/14 faria dois anos de casado, no entanto minha esposa (ela tem 28 anos), não suportou meu término de doutorado e saiu de casa em out/13. Está sendo muito difícil está fase pois foi um baque, casei por convicção e o doutorado foi um projeto de vida, mas enfim nem sempre as coisas são como a gente quer. Acho que preciso sair de POA e já venho há alguns anos com essa idéia de aprimorar meu inglês, que por sinal é básico. Tenho lido sobre Malta e seu blog me entusiasmou. Em três semanas consigo melhorar e quanto acha que vou ter que gastar com tudo incluido?
    Obrigado pelo entusiasmo!
    Abraço
    Jefferson

  3. Heitor Braga disse:

    Olá,
    Tudo bem?
    Estou atrás de um çugar para ir estudar inglês nas férias.
    Queria saber mais sobre sua experiência.
    Me add ae no facebook se possível: Heitor de Oliveira Braga
    Obrigado,
    Heitor Braga.

  4. Jane Keller disse:

    Oi Maíra, adorei conhecer os seus relatos…
    apesar de já ter turistado por alguns poucos lugares, hoje me deparo com uma filha pouca grana e uma vontade louca de apreender outras culturas e finalmente tirar este monstro de dentro de mim chamado panico de falar inglês…

  5. Aqueber Saliba disse:

    Oi Maira, gostei muito do seu relato, se pudesse enviar mais novidades para meu e-mail, inclusive os custos deste intercâmbio , seria muito bom.
    Abraços, sucesso!

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório