MBA

MESTRADO NA ALEMANHA: o 1o dia a gente nunca esquece

photo0172

É isso ai meu povo. Agora sim caiu a ficha: eu entrei!!!!! Sério! Acho que ainda nao tinha caído, mas na segunda-feira eu tive certeza de que esse é um caminho sem volta. (((-: (olha que bunitinha a faixa que eles colocaram na entrada do corredor que dá pra nossa sala – “Herzlich Willkommen” é, ao pé da letra, “Sejam bem-vindos de coracao” – tá eu sei que eles fazem pra todas as turmas…hehehe)

Primeiro vou explicar um pouco sobre a minha rotina por pelo menos 2 semestres nesse mestrado, pois no 3 semestre existem algumas opcoes e provavelmente eu vou escolher a mais difícil (só pra variar). (((-: Entao deixemos o terceiro e último semestre de lado por enquanto, ok!?

O curso é ministrado na Universidade de Reutlingen, que fica à aproximadamente 50km de Stuttgart (Estugarda) no sul da Alemanha. Eu preferi ficar indo e voltando, ao invés de ir morar lá. Mas é possível para os estudantes dividirem apartamentos do lado da Uni por um preco bem em conta. Minhas aulas sao (normalmente) de segunda a quinta e sexta (teoricamente) é livre (pra estudar em casa..hahaha). De segunda a quarta as aulas vao de 8:15 hs até 16:30 hs e tem um intervalo para café pela manha de 30 min. (10 – 10:30 hs), um intervalo de uma hora para almoco (12 – 13 hs) e um último intervalo de 30min. à tarde (14 – 14:30 hs). Na quinta-feira as aulas comecam às 8:15 hs e terminam às 14:30 (oba!).

Acordo todo santo dia às 5:30 hs (quem mora na Alemanha também pode sofrer, viu!?), saio de casa às 6:20 hs e chego na Universidade às 8:10 hs. Pois é, aí tenho 5 minutos pra respirar, orar e entrar na aula. (((-:

Tudo que expliquei sobre meus horários acima parece triste, né!? Mas calma, pois tudo pode ser pior do que parece ser. (((-:

Segunda-feira foi o grande dia: o primeiro dia de aula. Pois bem. Peguei o primeiro ônibus daqui de casa até a estacao de trem. Chegando lá o trem ATRASOU 4 MINUTOS (“eine katastrophe = uma catastrofe” como dizem os alemaes) . Isso, se tratando de Alemanha é um absurdo. Tá. Chegou o danado e eu entrei, subi (tem dois andares) e sentei confortavelmente até chegar na estacao central de Reutlingen. Cheguei e fui até o ponto de ônibus que eu já “sabia” que era o ponto onde eu deveria pegar o ônibus para chegar até a Uni. Como eu já sabia? Bom, no domingo eu e o Rô fomos até Reutlingen e fizemos todo percurso que eu iria fazer na segunda, só pra nao ter erro. Lamentável, pois teve erro mesmo assim. Fui para o ponto e me achei o máximo, pois até ali minha caminhada estava sendo um sucesso. Ilusao do peao, né!? Estou eu no ponto, esperando O ônibus e de repente vejo que o horário do ônibus que aparece no placar eletrônico nao bate com o horário que eu tinha visto e, pior, se eu pegasse o ônibus naquele horário eu ia chegar atrasada na aula. Uma beleza! De repente (pra piorar) comeca a cair uma nevasca que eu nunca tinha visto igual na minha vidinha! Pensei: “Tudo isso é pra dizer que tudo isso é um milagre?”.  Mas depois pensei: “Nao. Nao. Isso tudo é uma provacao, pois se eu me estressar ou desistir é uma prova de que nao mereco um lugar ao Sol novamente.” . Pensei, pensei e o ônibus (enfim) chegou. Entrei meio desconfiada, pois até ali só tinha dado &%$* no meu lindo dia. Decidi perguntar pra uma velhinha se aquele ônibus ia até a Uni mesmo. Ela disse que achava que nao, pois por causa de uma obra na rua que leva até a Uni (ô alemaozada que parece tatu! só quer saber de fazer buraco!) a rota de alguns ônibus tinha mudado e ai me aconselhou a perguntar pro motorista. Por sorte tudo isso aconteceu muito rápido, pois no que perguntei para o motorista, ele já me disse: “Desce aqui e pega aquele ônibus ali.” Desci e peguei o “ônibus ali” e também perguntei a mesma coisa. Errado de novo. O motorista me falou pra pegar o ônibus da frente e lá fui eu. Ufa. Só sei que acabei de subir no busao e ele já fechou as portas e saiu, ou seja, mais 5 segundos de prosa eu perdia o ônibus e a paciência também. ((((-:

Fiquei orando no caminho para o trajeto nao ter mudado, pois eu ia descer num ponto que era o mais perto do prédio onde estudo. Bom, pelo menos isso deu certo. (((-: Mas quando desci a neve tava que tava e eu, que estava de sobretudo preto, cheguei branca na frente da Uni. Parecia uma boneca de neve! ((((-:

Chegando na Uni, entrei e vi em uma TV indicando pavilhao (ou sei lá o que) U15/U16. Legal, né!? E eu lá sabia onde ficava isso! Só sei que fui andando meio abobada e nao encontrei ninguém, foi quando de repente vi um monte de gente sentada em uma sala no andar de baixo (lá da pra ver, pois tem um monte de salas que sao tipo aquário). Desci, bati na porta (ainda ofegante, mas menos branca…hehehe), olhei com cara de “estou perdida” para um dos professores presentes e ele perguntou: “MBA Marketing?”. E eu respondi: “JAAAAAAA! (sim)” e corri pra galera! ((((-:

A sala já estava cheia e eu (pra variar) fui pro fundao e em aboletei por lá mesmo. Pertinho da janela e do Sol (que, alías, tá demorando a aparecer). Tinham dois professores e eles estavam explicando sobre o curso de uma forma geral e etc. Eu fiquei impressionada, pois eu estava entendendo tudo! E juro que eles estavam falando alemao de verdade. (((-:

Depois ficou só o professor que ia comecar a dar a matéria do primeiro bloco. Explico. Nesse curso sao ministradas várias matérias, mas nao sao dadas ao mesmo tempo. Por exemplo, durante 3 semanas eu só vou aprender sobre conceitos que vamos usar no curso e na quarta semana vou fazer uma prova e depois vou ter que apresentar com mais duas pessoas um trabalho sobre um tema já definido pelo professor. E ai, se eu atingir a nota mínima, ai sim vou passar a estudar outra matéria como por ex. marketing ou contabilidade. Pois bem. Entao vamos ficar com o mesmo professor por quatro semanas. Ainda bem que pelo menos esse primeiro prof. é bem bacana e ainda por cima parece absurdamente com meu vizinho italiano, mas ele é alemao mesmo (lógico que eu já perguntei…hahaha).

Quando deu 10 hs ele anunciou que era hora de fazer uma pausa por café e ai eu pensei: “Agora é tudo ou nada.” É, meu bem, cacar amigo nessas horas é uma tarefa árdua e que requer rapidez e sorte, antes que você seja definitavemente excluído. (((-: Sai da sala e fui no banheiro, ou seja, bobeei, pois quando sai do banheiro já nao vi mais ninguém e pensei: “Sobrei.” Fui no refeitório e nao encontrei ninguém. Entao decidi ficar ali com cara de “tô nem ai” até alguém aparecer e praticamente pedir: “Você quer ser minha amiga?”. Mas nao é que a “técnica” funcionou! Fiquei ali olhando uns flyers e vendo o que que “pega” na Uni, quando de repente me aparece uma das minhas colegas de sala e justamente a que estava sentada quase do meu lado! Ela nasceu na Alemanha (Düsseldorf), mas seus pais sao do Laos. Louuuuuuuuuuuuuuco demais! AMEI! Ela se chama Karuna. É eu sei. Difícil se acostumar com esse tipo de nome sem rir, né!? Mas enfim, daqui a pouco eu já tô chamado ela de “Ká” e ai já era. Ela veio me perguntar como é que funciona uma máquina louca lá, onde dá pra transferir dindin do nosso banco para nosso cartao de estudante. Um luxo! Fui lá com ela e tinha um cara lá. Ai eu disse pra ela: “O negócio aqui é ficar de olho na alemaozada e ai a gente vai descobrindo como tuuuuudo funciona”. Ficamos atrás do cara, mas no fim precisamos perguntar. Nao teve jeito. Sei que nesse meio tempo ficamos amississímas! ((((((((((-:

Depois voltamos pra aula e ai ela me chamou pra sentar do lado dela. Pensei: “O que vale mais: uma amiga na Alemanha ou um pouco de Sol na nuca?”. Confesso que a decisao foi difícil, mas nesse caso específico eu tava mesmo era precisando de uma amiga! ((((-:

No final da aula o professor liberou a gente pra ir ver uma apresentacao de “Boas-Vindas” da Universidade em um “auditório”. Lá estavam todos os alunos dos outros MBA’s também e alguns professores e funcionários. Foi uma ótima ocasiao para fazer mais algumas amizades e assim poder encher a mesa do refeitório na hora do almoco. ((((-:

photo016

Depois do almoco já éramos um grupo de umas 6-7 mulheres. Ah! No curso a maioria é mulher. Vamos dominar o mundo! No refeitório (Mensa em alemao) sentamos: duas alemas, uma do Laos, uma do Equador, uma da Coréia, uma da Grécia e euzinha. Galerinha bacana, viu!? Se ficar a primeira impressao, esse curso vai ser muito melhor do que eu esperava, pois a energia do grupo (até agora) está muito boa mesmo. Já tô até comecando a repensar minhas opinioes (e traumas) em relacao aos alemaes, acreditam? É verdade! Acho que todos alemaes gente fina estavam escondidos o tempo todo em Reutlingen. ((((-:

Aula de novo e outro intervalo para aumentar o “networking”. Só sei que depois de 3 pausas para conversacao até carona eu já tinha arrumado. É verdade! No fim descobri duas mulheres lá que moram também em Stuttgart e as duas tem carro. Me chamaram pra ir e vir com elas de carro, pois assim eu nao precisaria mais comprar os tickets para o transporte público e ajudava a pagar só a gasolina. Na hora achei o máximo, mas hoje decidi deixar isso pra lá e ser feliz assim mesmo. Voltei já ontem de carona com a grega e fui hoje de manha com as duas, mas no fim tenho que acordar no mesmo horário e fico meio que dependendo dos horários que elas querem ir embora. Tô fora! Ontem mesmo teve um coquetel de boas-vindas e a conversa com a galerinha estava ótima, mas a grega queria ir embora e eu acabei tendo que ir também. Ah nao. Eu gosto é de ser livre!

Falando sobre o coquetel. No final da última aula do dia tivemos mais visitas na sala e um coquetel de boas-vindas no final do dia. Coquetel beeeeeeeeeeeeem alemao (pena que nao tirei foto…saco): bretzel (pao típico), suco de maçã e água com gás. Só faltou umas salsichas! ((((-:

Tá. Vocês querem saber sobre a aula, né!? Pois é. Eu fiquei impressionada pois eu entendi aprox. 80% de tudo que o professor falou. Sério! Mas já percebi que vou ter que estudar muito, pois as palavras sao muito específicas e nao dá pra usar o contexto pra entender, pois às vezes eu nao entendo quase palavra nenhuma e ai é só rezar. Eu diria que eu vou ter que estudar 3 vezes mais do que um alemao ou alguém que entende muito bem alemao vai precisar. E de “mané” como eu lá, só eu e um outro china que também só estudou um ano de alemao como eu. O resto é tudo fera! Até mesmo os estrangeiros, pois a maioria veio pra cá ainda novo e outros estudaram germanística aqui (faculdade só pra estudar a língua alema). Sou a mais “lentcha”. Mas já colei na galera fluente, pois posso ser a mais fraquinha ali, mas sou esperta pra daná! Pedaaaaaaaaaaaaala! ((((((((((((((-:

Pois é, aconteceu muita coisa. Tanta coisa que acho que até devo ter esquecido alguns pontos importantes, mas depois vou escrever mais. Assim espero. ((((-:

Resumindo a prosa: AMEEEEEEEEEEEEEEI !!!!!! Tô f… , mas tô feliz! ((((((((((((((((-:

[pinit count="vertical"]

8 Comentários para "MESTRADO NA ALEMANHA: o 1o dia a gente nunca esquece"

  1. arlete soffiatti disse:

    Parabens, Maira, pela conquista que com certeza se somara a tantas outras que virao. E a Tute? Nao levou? rsrsrs
    Um abraco

  2. Rosana/ Richard disse:

    kkkkkkk, FICO IMAGINANDO VOCE , DEVE SER UMA FIGURA NA SALA DE AULA, PARABENS AMIGA É ISSO AI MUITO ANIMO E MUITOS AMIGOS, O DURO VAI SER DEPOIS CONSEGUIR FALAR COM VOCE, NÃO VOU ENTENDER UMA PALAVRA, AFINAL VOCE VAI PEGAR O GOSTINHO……AI JA VIU…HANS PRA CA…HENS PRA LÁ;;;;;KKKKKK
    BEIJOS…..TE AMO

  3. Sandra Santos disse:

    As partes que mais gostei: “tenho 5 minutos pra respirar, orar e entrar na aula” e o “pedaaaaaaaaaaaaala”. Dá-lhe, Maira! Muito sucesso pra vc, e obrigada por dividir seu 1° dia conosco!!! :-) Um beijo, Sandra

  4. Letícia disse:

    Querida,
    estou muiiiiiiiiiitoooooooo orgulhosa de você !!!
    Tenho certeza que você irá arrazar !!!!!!!!!!!!!!
    Abracos,

  5. Liza disse:

    Maira,
    Te desejo muito sucesso nessa sua nova fase e parabens pela conquista. Nossa, seu post foi muito gostoso de ler. Me deu animo para continuar estudando alemao e acreditando que se eu quiser e batalhar posso conseguir entrar numa faculdade aqui na Alemanha. Nossa, estou muito feliz por voce e tenho certeza que se voce conseguiu eh por que realmente merece.
    Beijos

  6. Maira disse:

    Arlete: hahahahah… acredita q meu marido falou pra eu levar? já pensou pagar mico logo na primeira semana…hahahah…

    Rosana: sabe q isso já é um problema, né!? em uma semana e eu já tô doida… volto no trem pensando em alemao, chego em casa pensando em alemao e qdo falo com quem eu sei q fala alemao tb desato a falar um monte de frases soltas em alemao… hahahaha… pior q tô gostando mesmo, pois com quem fiz amizade é super prazeiroso falar e elas me corrigem sempre! Amei!!!

    Sandra: é verdade! só orando pra entender tudo! hahhahaha… Entendi muito no 1o dia, menos no 2o e mais no 3o, mas no 4o eu só pensava q eu nao teria mais final de semana daqui pra frente…hahahah… Mas foi uma delícia! Espero q eu consiga me superar, pois o bicho é grande, viu!? (((-:

    Lê: arrasar eu nao sei, mas chegar até o fim eu vou mesmo! questao de honra e orgulho…hahahaha…

    Liza: vc só confirmou pra mim o q eu precisava ler, ou seja, q atingi o meu objetivo com esse post te dando ânimo pra continuar estudando alemao e te dando a certeza de “Yes! You can!” ((((-:

    À todas vcs: OBRIGAAAAAAAAAAADAAAAAAAAAAAAAAA!!!!! AMEI OS RECADINHOS e prometo continuar contando minhas peripécias…hahaha

    Bjks!

  7. Alex disse:

    Oi parabéns pela conquista.
    Tenho 3 meses na Alemanha, fazendo um curso intensivo e pretendo fazer um mestrado aqui. Seria possível fornecer algumas dicas?
    No aguardo,

    Alex

  8. Manoella disse:

    parabéns pelo blog! Também fiz um mestrado na Alemanha, também engravidei na Alemanha, e também fiz estágios na Alemanha…já com o pouco que li do blog já me identifiquei muito…

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório