Idioma

MBA – A 1a apresentacao em alemao a gente nunca esquece

Ontem (lembrem bem) dia 29 de junho de 2009 fiz minha primeira apresentacao em alemao no MBA. É sério! Guardem essa data, pois eu NUNCA vou esquecer desse dia.

Já fiz umas 3 apresentacoes em alemao, mas todas foram no curso de alemao e todas sobre algo relacionado ao Brasil e sempre um tema que eu escolhi. Além disso, o público era composto de estrangeiros que estavam no mesmo nível de alemao que eu e só uma alema caridosa, a professora. (((-:

Dessa vez tive que falar de um tema que eu NUNCA vi na minha vida (e nunca pensei em ter que aprender) e, pior, tive que apresentar para um monte de alemaes e, principalmente, para o professor que é também o diretor do curso. Imaginou o drama? Pois é. O tema? Financiamento Mezzanino. Hein? Pois é, esse é um tipo de financiamento que mescla propriedades de financiamentos de alto risco e de baixo risco. Tive que falar de insolvência, impostos, juros, empréstimos, prioridade de pagamento, sociedade, acoes e etc. Em português eu faria (agora posso dizer) com os pés nas costas, pois é algo novo pra mim teoricamente, mas na prática sei MUITO BEM como funciona empréstimo. (((-:

Mas a questao é que foi em alemao e ai o bicho pega (nao por ser alemao, mas por ser uma língua que nao é a minha). E, pra piorar, a apresentacao só foi no final da aula, ou seja, passei o dia inteiro lá sem conseguir me concentrar e antes do nosso grupo ainda teve uma outra apresentacao. Durante essa apresentacao, eu simplesmente nao conseguia mais respirar direito e comecei a sentir enjoo e comecei a tremer e … e … e … Sério! EU NUNCA SENTI ISSO NA MINHA VIDA e olha que já fiz dezenas de apresentacoes no trabalho, em congressos e na escola.

Como estava com dificuldade pra respirar, decidi sair e respirar como aprendi na Yoga pra ver se eu me “centrava”. Fiquei um minuto mais ou menos fora da sala e quando voltei já me sentia “pronta”. Maaaas tudo pode ser pior, ou seja, eu era responsável pela primeira parte da apresentacao e minhas duas outras colegas alemas pelo resto. EU TIVE QUE COMECAR com meu “belo e fluente” alemao. (((-:

Bom, nao me perguntem “E ai, como foi?”, pois eu NAO LEMBRO. Só lembro de perceber que minha voz estava super alta e forte e que todos estavam com cara de impressionados ou assustados, sei lá. Falei com rapidez e, praticamente, sem respirar. Eu só queria que aquilo acabasse, de verdade. E acabou. (((-:

Depois da apresentacao meus colegas vieram me elogiar e disseram, principalmente, que eu me apresentei com muita energia e vitalidade (acho que até demais para os padroes alemaes e quicá mundiais..hahaha). Uma me disse que só entendeu minha parte, acreditam? Acho que é porque ela também é estrangeira e também porque quer ser minha amiga. (((-:

Mas hoje ouvi algo que realmente me deixou eufórica de uma nova colega de Camaroes. Aliás, já falei que meu maior desejo aqui era conhecer africanos? CONSEGUI! Enfim, ela já está no terceiro semestre, mas essa matéria por algum motivo ela nao conseguiu terminar e está fazendo agora com a gente. Hoje ela me disse que ficou impressionada com minha apresentacao. Disse que ela via um Sol, enquanto eu falava e disse que mesmo que nao soubesse diria que eu era latina pela vitalidade com que eu me apresentei. Além disso, disse o que mais me deixou feliz, que eu demonstrei MUITA seguranca e que mesmo que eu nao sabia alguma coisa, ninguém tem como desconfiar. (((-:

Por que isso me deixou feliz? Porque antes dessa matéria, tive uma matéria em inglês que foi “punk”, onde aprendemos técnicas de retórica e comunicacao intercultural. Uma matéria preciosa (vocês nao tem nocao de como “amadureci” nessas 3 semanas), mas que me fez chorar horrores durante sua duracao. O professor era um italiano louco e cheio de piadinhas. Tive que fazer apresentacoes um dia atrás do outro, ou seja, sem tempo para preparar ou até para treinar. Um dia tive até que apresentar um tema, sem saber qual era e só na hora que o cara botou o power point pra rodar é que vi o tema e tive que explicar 13 slides desconhecidos, sobre um tema desconhecido. Como meu inglês já nao está mais aquela maravilha, uma vez que meu alemao ocupa 80% da minha “HD”, tive muita dificuldade pra fazer apresentacoes, pois o alemao (a língua) vinha sempre na minha cabeca e eu nao conseguia demonstrar seguranca, pois o “tico e o teco” nao entravam em acordo em tempo hábil. Resumindo, em TODAS as minhas apresentacoes o professor me criticou dizendo que eu precisava ser mais assertiva, que eu era muito insegura. Fiquei destruída com esse “fightback ” diário, pois sempre adorei fazer apresentacoes em público e “achava” que até fazia bem. Foi um choque que detonou minha auto-estima de uma forma absurda, mas gracas à Deus temporária. ))))-:

E agora, numa situacao que era, ao contrário das situacoes do curso acima descrito, pra valer eu recebo um feedback totalmente oposto ao que vinha recebendo por três semanas! Um feedback dizendo que demonstrei uma seguranca absurda, mesmo sendo um tema super complexo e mesmo tendo dificuldade pra me expressar apropriadamente nessa línguinha lazarenta. Nem preciso dizer que essa mulher é agora minha melhor amiga, né!? ((((-:

Entao, pelos feedbacks, posso dizer que foi a primeira, nao foi perfeita, mas foi fantástica! Fantástica nao por causa do conteúdo ou da nota que vou tirar, mas fantástica porque, posso dizer, sinto que foi uma das minhas maiores superacoes até hoje. Quem me conhece sabe o quanto sou orgulhosa e sabe o quanto é importante pra mim alcancar a quase perfeicao em tudo que faco. Sim, é uma característica que tem seu lado bom e seu lado ruim. Eu sei. Mas eu sou assim e, juro, melhorei muito desde que cheguei aqui. Justamente por causa de situacoes como essa, onde eu simplesmente nao consigo ser melhor, devido à dificuldade de comunicacao, seja ela verbal ou escrita. Diariamente eu tenho que buscar compreender que meus colegas alemaes nao podem servir pra mim como base de comparacao de desempenho, mas eu nao consigo. Continuo tentando me superar, tendo eles como referência do que é o ideal, o que chega a ser até engracado, pois eu sei que HOJE é impossível, por causa do meu nível de alemao e da dificuldade do conteúdo que estou tendo que deparar.

Mas, deixa tudo isso pro post sobre o primeiro semestre que vou escrever. Por enquanto, o que eu quero dividir é mais essa SUPER-acao. É esse sentimento de ter ultrapassado barreiras que eu mesma tinha criado e por ter usado meu orgulho ferido para crescer e fazer melhor.

É isso ai! Maira rumo ao segundo semestre!!!! ((((-:

[pinit count="vertical"]

4 Comentários para "MBA – A 1a apresentacao em alemao a gente nunca esquece"

  1. ligia disse:

    É isto aí Maíra! Desistir jamais…..

    Parabéns por mais esta conquista.

    Grande beijo

    Ligia

  2. Rosana Maiotto disse:

    Parabens amiga, e isso ai, persistencia agente sempre alcança, mas fico imaginando voce deve ter ficado roxinhaaaaa….rssss…..flando nisso é final do nosso timão hoje
    beijos pra ti e Rodrigo

  3. clo disse:

    sem palavras, xuxú…
    amo vc

  4. Yara disse:

    Caraca, parecia q eu tava vendo td isto!!!! Vc acredita??
    Parabéns!!!! Me sinto feliz em saber q tenho amigas q se superam e servem de referência em alguns pontos pra mim.
    Um super abraço cheio de energia!!!!

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório