Holanda

PAÍSES BAIXOS (Holanda) – Amsterdam e muito mais

 dscn9554

Países Baixos? Pois é. Nós chamamos esse país de “Holanda”, mas na verdade ele nao se chama Holanda, mas sim “Países Baixos” (Nederland). Hein? Explico. Holanda é apenas uma regiao desse país, onde se concentram suas atividades econômicas e culturais (Amsterdam, Rotterdam, Delft, Leiden, Haia, Haarlem). É dessa regiao que, desde muito tempo atrás, partem navios com mercadorias para toda a europa. Por isso esse país é denominado como Holanda em vários lugares do mundo, pois os mercadores chegavam no destino e quando alguém lhes perguntava de onde eram, diziam: “Eu venho da Holanda”, ou seja, se referiam à regiao de onde vinham e nao do país. O Reino dos Países Baixos (em neerlandês: Koninkrijk der Nederlanden) é composto por três países, os Países Baixos, as Antilhas Neerlandesas e Aruba. 

Mas se é Holanda ou Países Baixos nao importa tanto, certo? Pois independente de como chamam esse país ele jamais deixará de ser MA-RA-VI-LHO-SO!!!! E nao me refiro aqui somente à Amsterdam, mas sim à toda Holanda e, principalmente, à tudo que nao está em Amsterdam. (((-:

O quê? Sem tempo ou vontade pra ler tudo? Bom, sei que vai se arrepender, mas como aqui a coisa é democrática seguem algumas fotinhos aqui. Mas eu ia ficar taaaaaaaaaaaaaao feliz se você desse outra passadinha pra ler com carinho. (((-:

GEOPOLÍTICA E UM BUCADINHO DE HISTÓRIA

A Holanda é um país situado no noroeste da Europa, uma democracia parlamentar sob uma monarquia constitucional. O país é limitado ao norte e a leste pelo Mar do Norte, a oeste pela Alemanha e ao sul pela Bélgica. Sua capital constitucional é Amsterdam, mas a Haia é a sede do governo da maioria das embaixadas (inclusive a brasileira) e a residência da monarquia. O quê? Você nao sabia que a Holanda é uma monarquia? Eu também nao. Rá! É que, ao contrário da Inglaterra, o reinado da Holanda nao se envolve em escândalos, e ai acaba no anonimato. (((-:

Esse país é um dos países mais densamente povoados e geograficamente mais baixos do mundo. O país é extremamente plano. Aproximadamente metade do território fica a menos de 1 metro acima do nível do mar, e boa parte das terras estão de fato abaixo do nível do mar. O ponto mais baixo, Nieuwerkerk aan den Ijssel, perto de Rotterdam, localiza-se a um nível de 6,76m abaixo do nível do mar. O ponto mais alto, Vaalserberg, na fronteira sudeste, localiza-se a uma altitude de 321 m (ou seria baixitude?). Infelizmente nosso GPS nao marca altitude negativa, mas consegui registrar pelo menos o que ele marca quando já se está abaixo de zero metros de altitude (o mostrador de “Altitudine” nao marca números, mas somente a escala “m”).

dscn8933

A História dos Países Baixos teve início no período pré-histórico. Nesta época, o país era habitado por várias tribos germânicas, e o sul por celtas, que mesclaram-se aos recém chegados durante a peregrinação dos povos que sucedeu a queda do Império Romano. No período medieval, a região dos Países Baixos (incluindo a Bélgica) consistiam em vários condados, ducados e dioceses pertencentes ao Ducado da Borgonha e ao Sacro Império Romano. No século XVI, foram unificados em um só estado regido pela Casa de Habsburgo. A Contra-Reforma que sucedeu o êxito do calvinismo nos Países Baixos, e os intentos de centralizar o governo e de reprimir a diversidade religiosa, resultaram em uma revolta contra Filipe II de Espanha. A independência foi declarada, em 26 de julho de 1581, e finalmente reconhecida depois da Guerra dos Oitenta Anos (1568-1648). Os anos da guerra também marcaram o início do Século de Ouro dos Países Baixos, um período de grande prosperidade comercial e cultural, que abrigou aproximadamente o século XVII. Depois da ocupação francesa no início do século XIX, os Países Baixos passaram a ser uma monarquia, governada pela Casa de Orange. Entretanto, após um período conservador, fortes sentimentos liberais não puderam ser mais ignorados, e o país passou a ser uma democracia parlamentar com uma monarquia constitucional em 1848. Permaneceu assim desde então, com uma breve interrupção durante a ocupação pela Alemanha Nazista.

HOLANDA E SUAS FACES

dscn8945

A Holanda é mundialmente famosa por vários motivos a saber: diques, tulipas, moinhos, estufas, motor-home (trailer), bicicletas, tamancos, consumo ”tolerado” de maconha e haxixe, prostituicao legalizada, casamento homossexual, eutanásia, vaca holandesa, berço de artistas como Van Gogh e Rembrandt, esconderijo de Anne Frank que rendeu livro e filme e a cor laranja que os holandeses sempre usam como símbolo de nacionalismo(inclusive no seu time de futebol). Quer ler sobre tudo isso? Entao nao durma até o final do post, ok!? (((-:

É um país interessante, pois apesar de pequeno (menor que o estado do RJ), concentra muitas riquezas culturais e uma identidade original e apaixonante. É o país da liberdade de expressao, mas é também o país das tradicoes seculares. Um país que se propôs a quebrar tabus, legalizando ou tolerando muito do que é proibido no resto do mundo. Mas esse mesmo país denominado frequentemente “Freeland” (país livre) é também um país que vem entrando em contradicao, pois comeca agora a proibir ou a restringir tudo que um dia foi “permitido”.  

Alguns críticos dizem que sua capital Amsterdam começa a sofrer um conflito de identidade, mas eu não acredito 100% nisso. Acho que, na verdade, são os turistas que vão para Amsterdam impulsionados por uma imagem falsa e acabam deixando de realmente “conhecer” tanto Amsterdam quanto a própria Holanda. Amsterdam é muito mais do que um lugar cheio de “coffee-shops”, onde é tolerado o comércio e consumo consciente de maconha/haxixe. Amsterdam é muito mais do que um lugar onde existem prostitutas expostas em vitrines, que vendem seus servicos e pagam impostos por isso. Amsterdam é uma cidade plural, com uma atmosfera vibrante e livre. Um lugar onde qualquer um se sente em casa e não me pergunte por quê. Talvez porque muitos habitantes de Amsterdam são estrangeiros? Talvez. Mas não. Não é SÓ por isso. Talvez porque tantos canais cortando a cidade nos dão a impressão de que tudo ali é móvel, transponível, fluente, livre para seguir em qualquer direção? Pode ser. Não sei. Só sei que me apaixonei não só por Amsterdam, mas principalmente pela Holanda.

NOSSA HOSPEDAGEM (Mais fotos aqui!)

dscn9659

Eu geralmente nao falo muito sobre os lugares onde nos hospedamos, mas dessa vez o lugar merece um super destaque. Deixamos pra olhar hospedagem (pra variar) muito em cima da hora e no fim tivemos que adiar a viagem em um dia, por que o lugar que o Rô tinha encontrado e que parecia ser interessante estava lotado. Conversamos e decidimos adiar e fechar nesse “camping” mesmo. Foi a melhor decisao do mundo!!!! O lugar é muuuuito “roots”!!!! Ficamos em um trailer, algo que é super típido na cultura holandesa. Aqui na Alemanha, eles sempre dizem que todos holandeses tem um “motor-home” pra viajar por ai e nós sempre adoramos isso e até já temos planos de alugar um pra nós viajarmos pelo menos uma vez.

dscn9462

dscn9461

O clima no camping era super tranquilo, mas temos que admitir que estamos começando a nos sentir meio “tiozoes” nesses albergues/campings. (((-: A galera é muito tranquila, desencanada e descolada. Ambiente ótimo, música super “cool” que eu amo pra relaxar, e um trailer super confortável pra dormir. TUDO fantástico! Fora que me a gente se sentiu MUUUUUITO hippie. (((-:

 dscn96612

Só faltou ter levado meu CD da Janis Joplin, porque o resto tava perfeito demais! Agora eu quero um trailer de qualquer jeito, nem que seja depois que eu me aposentar. (((-:

AMSTERDAM (Mais fotos aqui!)

 dscn8976

Capital da Holanda, possui 165 canais e 1281 pontes. Parece muito? Nao, nao é muito. Aliás, de muito em Amsterdam só tem uma coisa: turistas. (((-:

Amsterdam é um lugar de muitas tribos. Uma cidade que encanta pelo seu charme e que te convida a conhecer mais por causa das suas características transgressoras. Aqui é possível fazer diversos programas, partindo de museus e indo até as “vitrines do sexo”. Tem programa pra todos os gostos e para todos os bolsos também. Mas tanta opcao, pode e é frequentemente mal compreendida e muitos turistas acabam buscando e encontrando apenas problemas em Amsterdam. O que é uma pena.

O que conhecer? Tudo o que puder. Perca-se nos quarteiroes, se é que é possível. A distribuicao das ruas facilita a exploraçao sem correr o risco de realmente se perder. Em cada quarteirao uma nova face de Amsterdam e é ai que está o bom de se perder por lá. Tem sim muitos museus importantes, alguns parques, dezenas de cafés deliciosos à beira dos canais, muitos passeios pelos canais e por aí vai. Mas nao espere que eu sugira algum, pois estar na Holanda é aproveitar para sair do comum ou do que se pode planejar e partir para o inusitado e espontâneo.

Mas nao posso deixar de salientar algumas coisas. Entao vamos lá:

- Bicicletas: a Holanda é super famosa por causa da quantidade de pessoas que utilizam a bicicleta como meio de transporte para curtas distâncias e em Amsterdam essa fama se confirma absurdamente. Essa fama é consequência da geografia local, ou seja, um país MUITO plano. Mas nao é muita bicicleta nao, é MUITA mesmo! Chega a ser realmente perigoso, mas nao por causa dos Holandeses, mas sim por causa dos turistas que mal sabem andar de bicicleta, mas que pra nao deixar de se sentir “local”, alugam uma e saem bamboleando e causando pelas ruas de Amsterdam. Eu, como sou uma cidada consciente da minha falta de habilidades sobre duas rodas, decidi pelo meio de transporte mais seguro para mim e para as outras pessoas: meus pezinhos. (((-: Mas é sério. Se você já nao anda de bicicleta faz tempo ou se nunca foi lá essas coisas na hora de andar no meio da muvuca, contente-se em contar que viu muitos ciclistas e seja feliz.

dscn9076

- Canais: os canais sao um charme e as possibilidades de passear neles sao bem variadas. Você pode usar um barco feio que se chama “Canal Bus”, mas também pode usar um barco mais bonitinho e pagar mais um bucado por isso. E tem também a possibilidade de alugar um pedalinho. Nadar nao sei se é permitido ou nao, mas eu nao arriscaria, pois apesar de charmosos, a água dos canais nao é lá muito limpa nao.  Mas se tiver pouco tempo ou pouco dinheiro, aproveite que olhar é de graca e de vez em quando pode ser surpreendido com figuras bem típicas como esse holandês da foto abaixo. (((-:

dscn9160

- Casas típicas: as casinhas holandesas sao lindas e com uma arquitetura muito particular. Todas as casas sao emendadas umas nas outras. As que ficam na beira dos canais parecem ficar mais bonitas ainda, pois dá a impressao que foram feitas exatamente para serem alocadas junto à canais ou nos passeios junto aos cafés super deliciosos a partir da primavera. Lindas!

dscn9083

- Drogas: é aqui que mora o “barato” em Amsterdam, mas também onde mora um grande problema. Nao, nao sou contra a “legalizacao” da maconha, mas sou contra o que está acontecendo em Amsterdam por causa disso. Ao contrário do que MUITA gente acha, a maconha NAO é legalizada na Holanda. Pois é. A história toda é muito complexa, mas vou tentar resumir. A Holanda separa as drogas em duas categorias: pesadas e leves. As pesadas (cocaína, heroína, extasy e etc) sao TOTALMENTE INTOLERÁVEIS pelas autoridades holandesas, ou seja, se você for pego com drogas dessa categoria será preso e multado severamente. Já para drogas leves (maconha e haxixe) há uma tolerância, embora nao seja permitido fumar. Se você for pego com até 5 gramas, o policial poderá recolher a droga (raramente irá ver alguém fumando nas ruas), mas nao irá te punir por isso. Tentando separar os grupos de viciados e de “curtidores” o governo incentivou a criacao dos famosos “coffee-shops”, onde se pode vender drogas leves mediante algumas regras. Nós fomos em um desses cafés e vimos como é que a ”coisa” funciona. 

dscn9673

Você entra e normalmente já encontra um cardápio das ervas, escolhe, pede, enrola e fuma. Simples assim. Nesse que fomos o ambiente era muito show, todo decorado em estilo indiano, meia-luz, almofadas no chao e uma distribuicao circular dos lugares pra promover a integracao das pessoas. Sentamos, pedimos chá (eles sao proibidos de vender bebidas alcoólicas) e logo um cara ao lado comecou a puxar papo com a gente. Ele era do Suriname (ex-colônia Holandesa) e aproveitamos a deixa pra perguntar algumas coisitas. Através dessa conversa logo descobrimos que o consumo moderado de maconha é tolerado, mas que a comercializacao e a producao de maconha na Holanda sao proibidas. Dá pra entender uma situacao dessas? Eu nao consigo. Os caras dizem que é proibido plantar e/ou comercializar grandes volumes, mas ao mesmo tempo toleram a venda no varejo (<5 gramas) e o uso da droga. Entao de onde vem a droga que é vendida nos “coffee-shops”? Ou seja, a entrada da droga no país é ilegal, mas ela pode ser vendida nos coffe-shops. É totalmente incoerente, concordam? Além disso, por causa dos turistas “sem noçao”, muitos “cofee-shops” estao sendo fechados e tudo indica que logo logo essa situaçao vai acabar. Por conta dessas incoerências, existe hoje uma forte discussao sobre a verdadeira legalizacao da maconha, ou seja, eliminando os “coffee-shops” e regulamentando a producao interna da erva para consumo interno. Pra mim parece ser, no mínimo, algo mais coerente. Um dos “paraísos” já acabou, os chamados “smart-shops”, onde vendia-se o tal do cogumelo mágico. Pois é, a maioria das mágicas acabaram em mortes de turistas mal-informados que consumiram a droga com bebidas alcoólicas e deu no que deu. Por isso, explore com moderacao, ok!? (((-:

- Shopping da Maconha: é incrível a quantidade de produtos que se pode fazer com as fibras da maconha. Tem bolsa, roupa, bijouteria e assim vai. Super criativo, inovativo e uma ótima forma de convencer à todos que a legalizacao do plantio é uma ótima fonte de renda para um país. Engraçado deve ser se as pessoas começarem a fumar a própria roupa em caso de emergência.  (((-:

dscn9114

- Prostituicao: essa parte é quente em Amsterdam. Acho a idéia interessante, mesmo sabendo que tem alguns pontos contra. As prostitutas em Amsterdam expoem o “produto” em vitrines e é impressionante, mas sempre tem alguém ligando pra elas, pois SEMPRE estao com o celular na mao. Acredita bobao? Puro marketing! Em Amsterdam, todas prostitutas pagam 19% de impostos, ou seja, elas literalmente se prostituem pela pátria! Isso sim que é nacionalismo, ou seja, dao prazer aos clientes e dinheiro ao governo. (((-:

dscn9019

Logo que chegamos na regiao onde ficam, ficamos caçando as janelinhas e, de repente…. peloamordedeus! Era a visao do inferno!!!! Chegamos em uma rua que só tinha mulher feia e, pior, com cara de brasileira!!!! Falei pro Rô que eu estava decepcionada e que estava quase deixando ele percorrer as vielas sozinho, pois aquilo ali nao representava risco nenhum. Enfim. Continuamos andando e rindo dos coitados que chegam desesperados e já encaram aquelas ali mesmo. De repente, entramos em outra viela e peloamordedeus! Ainda bem que nao liberei o Rô. (((-: Uma mulher mais bonita que a outra e, dentro do possível, até bem dotadas. Nao era aqueeeeela Brastemp, mas nada mal. E, pelo que vimos,  o esquema é muito prático por aquelas bandas (ou seria bundas?). Você chega, ela desliga o celular, você pergunta o preço, ela responde e, se você topar, ela te puxa pra dentro, fecha a cortininha da vitrine, fecha a porta e corre pro abraco. (((-:

dscn9022

- Camisinharia: sim! Onde tem sexo, tem que ter camisinha, oras! E, em Amsterdam, encontramos uma Camisinharia fantástica e divertida. Achei interessante, pois ainda tem muitos primatas, ops, homens preconceituosos que ainda acreditam que a camisinha é algo para empatar a coisa e muitas vezes sao esses machoes que saem por ai passando doencas venéreas para mulheres que nao se previnem. Pelo menos fazendo a coisa mais divertida, acho sim possível incentivar o uso das bichinhas. Tem uma de elefantinho que é fofa!!!! Só nao deixe perto de criancas, pois é lógico que vai virar brinquedo. (((-:

dscn9029

- Dia da Rainha: no dia 30 de Abril, a Holanda celebra o aniversário da rainha Beatriz (Beatrix). Em holandês, o Dia da Rainha designa-se de ‘Koninginnedag’. O aniversário da rainha é celebrado em todo o país, mas Amesterdam é, sem dúvida, o melhor lugar para festejar! Quase meio milhão de pessoas visita a Holanda para celebrar o Dia da Rainha, pelo que este dia é visto como um dos eventos mais importantes do ano. Todas as pessoas se vestem de cor-de-laranja neste dia (cor-de-laranja é a cor nome da realeza holandesa). Tudo neste dia é cor-de-laranja, desde doces, bebidas, carros, casas, etc. E o mais interessante, o Dia da Rainha é o único dia do ano em que as pessoas podem vender coisas na rua sem permissão. É por este motivo que se podem encontram imensas feiras neste dia.

ROTTERDAM (Mais fotos aqui!)

dscn9578

Essa cidade é o avesso da idéia que temos tanto em relacao à Holanda, quanto em relacao à europa. É nela que fica o maior porto da europa (o segundo maior do mundo) e uma arquitetura modernérrima e criativa. Durante a segunda guerra mundial a cidade foi bombardeada e, como resposta, se recompôs do massacre apresentando à europa toda a sua força traduzida em sua arquitetura arrojada e cubista.

dscn9611

Passamos bem rapidinho por lá e só por curiosidade mesmo, mas valeu muito a pena. 

DELFT (Mais fotos aqui!)

dscn9632

Delft é como se fosse uma miniatura de Amsterdam e com uma vantagem: poucos turistas. Mas só vale a pena se tiver tempo livre mesmo, pois nao tem nenhuma novidade aparente. Bunitinha, mas dispensável.

VOLENDAM (Mais fotos aqui!)

dscn9235

Volendam é um vilarejo de pescadores super charmoso e que nos dá uma idéia muito precisa do que foi a Holanda um dia, pois andando por lá você tem a impressao de que o tempo lá nao passou. Fica a apenas 25 minutos de carro partindo de Amsterdam, ou seja, dá até pra ir de bicicleta. Chegando lá, você vai encontrar um porto bem singelo e muitas casas coloridas apaixonantes, além de pessoas extremamente simpáticas e alegres. Ah! E se tiver sorte, também poderá encontrar holandeses saídos dos contos de fadas com roupas típicas, inclusive o tal tamanco de madeira.

dscn9255

Uma das coisas mais interessantes em Volendam é o antigo dique, hoje utilizado como passarela de pedestres. Sim, os diques nao sao paredoes que cercam a Holanda. Mas nao se preocupe se pensou que era assim, pois eu também achava isso. Na verdade os diques que protegem a Holanda contra inundacoes sao morros com gramado e flores, ou seja, além de protegê-los de forma muito mais eficiente, ainda embeleza seu entorno. A sensacao de estar sobre esses diques é muito estranha, pois quando você olha do lado do continente, você percebe que tudo na cidade está abaixo do nível do mar. Sinixxxxtro e muito interessante.

dscn9246

LITORAL (Mais fotos aqui!)

dscn9428

Mas é LÓGICO que fomos pra praia!!!! Nao lembro o nome da praia, pois escolhemos qualquer uma próxima do camping onde estávamos, só pra poder ver o pôr-do-Sol no oceano atlântico norte. Maaaas chegando lá, tivemos muito mais que “só” isso. Sabe quanto tempo faz que nao pisamos em uma praia? Faz tempo. Pois é, da última vez que estivemos no Brasil, foram tantas emocoes que nem sobrou tempo pra dar uma passadinha no litoral. Chegando na praia, pisamos na areia (de tênis, afinal era praia, mas estava um friiiiio) e já comecamos a sentir o coracao batendo mais forte. De repente, veio aquele cheiro somado àquela sensacao: era ela, a maresia. Começamos a caminhar sem destino e de repente ficamos os dois em silêncio durante alguns minutos. Quando de repente o Rô me fala exatamente o que eu estava pensando: como praia me lembra minha infância. Meu Deus! Foi mágico, pois aquele simples passeio nos trouxe um filme da nossa infância e com isso é lógico que veio um aperto no coracao dizendo: esses momentos nao voltam mais. Mas ao mesmo tempo uma vozinha lá atrás (ainda tímida) me disse: mas virao outros, tao bons e mágicos quanto os que passaram. Mas a saudade nao passou. (((-:

dscn9411

dscn9439

Esse passeio realmente nao foi nada comum. Ele inspirou o Rô de uma tal forma que eu tenho que registrar duas situacoes nao tao românticas, mas extremamente cultas. Pois é, passear na praia com um engenheiro mecânico apaixonado é:

- Receber uma aula sobre o posicionamento dos oceanos

dscn9398

- Entender enfim que a velocidade dos pneus em relacao ao solo, mesmo quando os carros estao em movimento, é igual a zero, e é por isso que se pode ver a marca certinha de onde o carro passou.

dscn9434

E depois disso me pergunto: como pude viver sem essas aulas até hoje meu Deus? (((-:

MOINHOS

dscn9537

Difícil pensar em Holanda e nao pensar em moinhos. Por se encontrar abaixo do nível do mar, a luta contra a água atravessa a história dos Países Baixos como um fio condutor. Grandes extensões do território foram conquistadas em zonas onde, antigamente, só existia água. Além disso, ao longo dos anos, foram realizadas importantes obras hidráulicas, para dominar a gestão hídrica dos Países Baixos. Nao sei por quê, mas quando vejo moinhos fico eufórica. Lembro que a primeira vez que vi um foi na Bélgica e fiquei apaixonada, agora imaginem vocês ver dezenas juntinhos! Foi mágico e, sinto muito, mas nao foi em Amsterdam. Aliás, li que próximo à cidade de Amsterdam é sim possível ver moinhos, mas poucos turistas sabem disso e voltam pra casa contentes em comprar um moinho na loja de souvenirs. Maaaas se você quer ver (pelo menos em fotos) moinhos totalmente “roots” e de verdade (véinhos, mas de pé), me acompanhe! (((-:

Kinderdijk  (Mais fotos aqui!) – é o maior conjunto de moinhos existente na Holanda. São 19 moinhos construídos nas primeiras décadas do século 18. Em 1997, a Unesco tombou o lugar tornando-o Patrimônio Histórico-Cultural da Humanidade. O conjunto de moinhos pode ser apreciado durante caminhada tranquila ou durante um passeio de bicicleta. Algumas famílias vivem dentro dos moinhos e têm no quintal a criação de alguns animais e uma pequena plantação. Durante o verão, um dos moinhos fica aberto a visitação. Os moinhos eram usados, nesta região, para retirar água da chuva que alavaga a terra. Funcionava como uma bomba de água que levava o excesso para o rio principal, drenando o terreno. Em 1953, eles foram desativados e hoje se tornaram uma atração turística. Em outros locais do país, os moinhos eram usados para moagem de grãos. Sem dúvida, o lugar mais “roots” da viagem!!! Imperdível.

 dscn94811

dscn95241

De Zaanse Schans (Mais fotos aqui!) -  esse é o point turístico para ver moinhos, mas vale a pena também. Nao tem tantos moinhos, mas sao mais bonitinhos por serem turísticos mesmo.

dscn9287

dscn9280

Além disso, você pode comprar queijo, além de ver o mesmo sendo produzido. Pois é, esqueci de falar dos queijos holandeses e isso é quase um sacrilégio! Sao maravilhosos e eu cai na bobeira de soltar o mineiro no meio deles, pode!? Olha ele lá de blusa laranja provando todos os queijos, pelo menos umas 10 vezes cada. ((((-:

dscn9269

 TULIPAS (Mais fotos aqui!)

dscn9380

Lindaaaaaaaaaaaaaaasss!!! Eu nao sosseguei enquanto nao encontramos aqueles campos de tulipas dos sonhos e valeu MUITO a pena procurá-las e ter pago caro por engano por isso. (((-:

Pois é. Vi uns cartoes postais com fotos maravilhosas dos campos e perguntei pro cara no posto de informacoes turísticas onde era aquela foto e ele disse: “é no caminho pra Leiden, em Lisse”. Logo depois, vi no camping um panfleto fazendo propaganda de um passeio pra Lisse e logo eu combinei uma info com a outra e achei que era a mesma coisa. E daí? E dai que nao era! E o tal passeio é na verdade pra visitar um parque super famoso chamado Keukenhof e carérrimo que tem várias tulipas e flores diversas plantadas, mas nao tem os tais campos quilométricos. Chegamos no tal parque (que é sim lindo), pagamos a fortuna e quando entrei sai que nem um cachorro farejando onde estava o “meu campo” de tulipas. De repente, tudo parecia um sonho: encontrei!!!! Mas pra ir até o campo tivemos que sair do parque. Dá pra acreditar numa marmota dessas? Nao, né. Mas, mais difícil ainda é acreditar que um dia euzinha estaria ali, no meio de váááárias tulipas. Um sonho, registrado com talento pelo marido. Olha euzinha lá na frente! (((-:

 dscn9354

Enfim. O importante é que chegamos aos campos maravilhosos de tulipas da Holanda e hoje sou uma mulher realizada e feliz. (((-:

dscn9361

Os campos sao maravilhosos e o cheiro entao? É aquele cheiro que sempre que eu sentir vou me ver no meio daquele campo de tulipas. Foi mágico. I-NES-QUE-CÍ-VEL e, pasmem, de graça!!!! Mas atencao, para ver esses campos assim lindos e floridos tem época: de abril a maio.

dscn9384

P.S.: nao se deixe enganar com mapinhas turísticos de Amsterdam, pois lá eles indicam com umas tulipinhas um local, mas chegando lá nada mais é do que um monte de lojas agrupadas que vendem tudo que você imagina sobre tulipas. Aliás, em Amsterdam mal vi tulipas plantadas.

TAMANCOS (Mais fotos aqui!)

dscn9648

O complemento mais característico dos trajes típicos holandeses é o tamanco de madeira. O povo holandês, ao contrário do que se pensa, não usa tamancos, até porque eles já sao enormes, por natureza. Alguns o adotam porque ele protege os pés contra o frio e a umidade inerente ao solo holandês. São também mais seguros no chão molhado e escorregadio. É um calçado barato e resistente que foi desenvolvido por volta de 1429. São chamados pelos holandeses de “Klompen” por fazerem o som de clomp clomp ao andar. Os tamancos são fabricados com madeira macia de choupo ou salgueiro. As fábricas de tamancos podem ser visitadas, e os tamancos podem ser adquiridos nas lojas, que possuem uma grande variedade de tamanhos e modelos.

Nós fomos em uma fábrica super fofa chamda Ratterman. Fica em Amstelveen, pertinho de Amsterdam e, de carro, é bem fácil de chegar. O melhor dessa fábrica é o atendimento personalizado por um brasileiro super simpático. Aliás, acho que a Holanda é o lugar onde tem mais brasileiros depois do Brasil. (((-:

Bom, agora que já percorremos boa parte da Holanda, vamos às curiosidades e bastidores da viagem.

VACAS HOLANDESAS - bom, que as vacas do mundo nao sao de origem holandesa, todos nós sabemos, mas as vacas holandesas sao fruto do cruzamento de outras raças e como o cruzamento foi feito em pastos holandeses, estas sao consideradas holandesas purissímas e preciosissímas, uma vez que sao as vacas que mais dao leite no mundo. Mas eu acho que isso está muito mais relacionado ao habitat do que a própria genética, afinal morar na Holanda parece ser mais do que um motivo pra ser feliz. E uma vaca feliz dá o que tem de melhor para quem a faz feliz, ou seja, leite! Haja teta! (((-:

COR LARANJA COMO SÍMBOLO NACIONALISTA - já perceberam que os Países Baixos (Holanda) utilizam a sua bela camisa laranja e não o vermelho, branco e azul de sua bandeira. O laranja é uma referência à dinastia de Guilherme de Orange-Nassau que governou as Províncias Unidas no seu apogeu. Foi ele quem criou a bandeira tricolor dos Paises Baixos. A “bandeira do príncipe” era composta pelas seguintes cores: Laranja, branco e azul. A parte laranja foi substituída pelo vermelho durante a ocupação francesa em 1800 (mais uma do Bona, pois é, o Bonaparte). Mas, como em todas essas histórias, há controvérsias. Alguns dizem que mudou para o vermelho, pois esse seria mais visível no mar. Eu, particularmente, acredito mais na primeira. (((-:

COMIDA HOLANDESA - bom, eu li que tem várias coisas típicas holandesas, mas é difícil entrar em algum restaurante que nao ofereça como cardápio principal “fish and chips”, ou seja, dá até a impressao de estar na Inglaterra. Mas mais famoso do que isso sao as “chips” mesmo, que vem num super canudo com diferentes tipos de “cobertura”, por exemplo, queijo cheddar. O Rô se esbaldou e eu só fiquei beliscando mesmo. Afff…

dscn9216

BRASIL-IL-IL - pois é, na Holanda tem muito brasileiro e, melhor que isso, tem até bandeira brasileira hasteada em Rotterdam. Tá bom, na verdade é um calçadao onde as bandeiras do mundo todo estao hasteadas, mas sinto que escolheram um lugar bem especial para a brasileira. (((-:

dscn9598

CASAS AQUÁTICAS - chegando em Amsterda, você vai perceber que tem um monte de navio atracado que parece com uma casa. Sério! Parece que estao abandonados, mas ai você vai reparando e vendo que na verdade eles tem toda uma cara de casa, com direito a varal e até a jardim de entrada. Se mora alguém lá? Nao sei, mas tenho quase certeza que sim.

dscn8943

QUALIDADE DE VIDA - se você ainda duvida da qualidade de vida dos moradores de Amsterdam, olha isso.

dscn9113

Fontes de informacoes:

- Wikipédia

- O viajante independente na Europa

- Brasileiros na Holanda: http://www.brasileirosnaholanda.com/

[pinit count="vertical"]

33 Comentários para "PAÍSES BAIXOS (Holanda) – Amsterdam e muito mais"

  1. Liza disse:

    adorei o post. tenho paixao por tulipas e sonho com o dia que vou para a Holanda. tinhamos, inclusive programado para ir nesse fim de semana, mas acabamos desistindo pq nao conseguimos passagem barata para hannover e o bebeto queria passar numa feira la. ah, o bebeto vai adorar o seu marido e eles vao ter muito papo. ele eh engenheiro eletronico, mas tem paixao por mecanica. fala disso o tempo todo. hehehehehehe
    beijos,
    liza

  2. Rodrigo disse:

    Mairinha dessa vez o comentário vai ser diferente.

    Minha namorada amou a camisinha de elefante e pediu para vc mandar uma …..hahahahaha

    Beijão

    Gobbo

  3. Rodrigo Gouvea disse:

    ôh Maira, eu provei todos os queijos pra ver se havia algum que fosse parecido com o queijo-minas uai. Claro que tive que provar cada queijo umas 10 vezes… era pra ter certeza do sabor né? ihhihi

  4. Juana disse:

    Que lindo! Obrigado Maira pelas informações…Tenho vontade de conhecer esse país….beijos

  5. Lu disse:

    Amei! Não preciso dizer mais nada.
    A primeira vez que vim pra Europa, meu voo fez escala em Amsterdam e eu mal vi as coisas, do avião e no aeroporto e já morri de amores, e cheguei aqui dizendo que ia morar lá. Agora então, tenho certeza! :)
    As fotos estão lindissimassssssssss amo tulipas!
    bjs

  6. Ola , como vai?
    Gostaria de saber se vc conhece algum brasileiro que tem apartamento em Amsterdan e aluga quarto para fim de semana.
    Queira por favor me desculpar se estou sendo inconveniente.
    Um abraco .
    Yvone

  7. Djalma M. Soares Filho disse:

    Adorei seus comentários. Moro na Holanda há quase um ano e muito do que voce relata é novidade para mim. Faço pós-doutorado na TU Delft e infelizmente não tenho tido tempo para visitar esses lugares maravilhosos. Contudo, fiquei com vontade de tirar umas férias e aproveitar um pouco esse lindo país.
    Um grande abraço

  8. Marlene A. Corsine Areco disse:

    Ola, por favor se vc tiver contato c/Yvone Corsini Berndt, peça p/entrar em conato comigo por e-mail, pois tenho mais informações s/nossa familia e não consigo me comunicar c/ela.
    Sou da familia Corsine de Guarulhos/SP.
    Obrigada

  9. Adri disse:

    Maira, dá pra ir a pé pra essa plantação linda de tulipas????
    Saindo do parque, como chego nesses campos???
    Obrigada!!!
    beijos,
    Adriana

  10. Ligia disse:

    Olá, adorei esse post e como estamos nos planejando para esta viagem, caiu como uma luva todas as suas dicas. Por favor, passe-me o contato dos treillers? Adoramos essa alternativa.
    Desde já, muito obrigada!
    Ligia

  11. Maira disse:

    Oi pessoal que perguntou sobre o camping que ficamos…seguem as direcoes:

    Lucky Lake Hostel
    Vinkenkade 75
    Vinkeveen, Amsterdam

    Fica a uns 15km do centro de Amsterdam. Há transporte (shuttle) do hostal para a estaçao de metro mais próxima durante o dia todo. É possível fazer reservas pela internet, por ex. site http://www.hostelworld.com

    Bjks!

  12. Maíra, realmente vc está de parabéns por todas as dicas. Estou indo em julho, para fazer um tour pela Europa, e pelo que tinha visto até o momento, a Holanda não me parecia um país interessante…mas…suas fotos, explicações e dicas, me fizeram mudar totalmente de idéia!!! Em relação ao trailler, tbm é meu sonho viajar nele, e acredito que só aconteça na minha aposentadoria tbm…rsss Já gostei de vc só pela riqueza de detalhes e pela simplicidade que vi em cada foto e na intensidade de cada momento vivido nesse lindo pais…Parabéns! Beijos

    • Maira disse:

      @Cristina: seu recado é tao gostoso de ler, reler e reler. Fico feliz que a simplicidade das coisas ainda toque as pessoas que passam por aqui, pois escrevo tentando passar exatamente isso, o lado simples e gostoso que existe em tudo e em todo lugar, mas que poucos conseguem enxergar. Ótima viagem e se precisar, estamos aqui! Bjks!

  13. jaoao disse:

    e muito swou de bola la e muito bom haaaaaaaiaaaaaaaaaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii

  14. Luan Francisco disse:

    Adorei saber mais sobre a Holânda,pq eu estou fazendo um trabalho na escola, sobre esse pais maravilhoso q Deus nos da a oportunidade dii saber mais sobre elle, adorei as fotos e as coisas importântes do pais q vcs dois colocaram no site, e tbm gostei do tamanco dii Madeira Rss.

    ‘ até mais e fika com Nosso Deus ‘

  15. Luan Francisco disse:

    aguardo respostas’

  16. Roberto Gonzalez disse:

    Estou na Holanda a trabalho e tenho uns dias de folga, suas dicas ajudaram bastante, obrigado

  17. Gisela disse:

    Ola Maira moro na Italia e eemstou passeando pela Holanda. Ah, tambem tenho um blog e por esse motivo eu leio muitos os blogs pela net. Quero escrever que essa tua postagem sobre a Holanda foi uma das melhores que ja li… tu escreve muito bem e da um tom comico no texto que me fez dar muitas risadas.
    Obrigada pelas dicas… perfeito.
    Gisela

  18. Tony disse:

    Maira…

    Eu entrei no Google apenas para achar uma explicação para
    o fato de a cidade de Amsterdã, estar abaixo do nível do
    mar.

    Acabei chegando aos seu post e sinceramente, me apaixonei
    pela sua narrativa.

    Obrigado pelas informações.

    Abraço

  19. Milene disse:

    Eu vou p Holanda dia 27/08 e sinceramente dpois de tudo q li aki penso q fikr muito + facil e divertido pois suas dicas sao exelente e muito abrangente. muito obrigada

  20. Joao disse:

    Bom eu fui a AMSTERDAM e nao podia deixar de visitar os famosos moinhos, bom nao foi barato e rapido chegar ate la, pois tive que pegar trem e onibus, mas valeu muito a pena apesar de um pouco acabado meio velhhinhos vale a pena visita-los e ainda andar de bicicleta e tirar varias fotos

  21. sarah disse:

    Adorei o seu post. Acabei de chegar da Holanda.Muito massa nè? Sabe eu adoro Zandvoort,vc conhece?Fica mais o menos 40 KM de Amsterdam.Moro na Itàlia e vou duas vezes ao ano para Holanda.Abraço.

  22. Valdelice disse:

    :grin: Nossa parabens!!Eu moro na Holanda mas nunca imaginei que seria Tão mágica ver a Holanda ao olhar de outras pessoas..hum..acho que vou da uns passeios por aki esses dias…Muito legal seu blog!

  23. Maira a viagem foi fantástica!Voce faz uma descrição tão bem feita que agente parece que está lá.Em abrilde2012,irei para alemsnha e austria gostaria de dicas de camping.Sou campista noBR a 40 anos no ccb .Entrem em contato comigo vou curtir muito .Ruthmar/Caçapava/SP/BR

  24. Lilian disse:

    Olá!!!! Belissimo relato de sua viagem!!!!! Eu e o maridao estaremos indo pra Amsterdam e arredores em abril e tambem estou sonhando com os campos de tulipas!!! Como vcs conseguiram entrar? Dicas, please!!!! Obrigada!

  25. ANTONIO JOSE BELLEGARD disse:

    Maira,francamente? Li tudo, mas tuuuuudo que você escreveu e no final me apaixonei mesmo foi por você, pela forma gostosa com que você enxergou e nos contou tudo e fiquei com a nítida impressão que ir a qualquer lugar nesse mundo sem você junto não teria a menor graça…
    Com todo respeito ao meu colega Rô…

    • Oi Antonio! Até compartilhei seu comentário na Fanpage do Retratos & Relatos. Ganhei meu dia com ele, sabia? Ando meio chateada por estar em uma fase onde não estou podendo viajar muito e nem tampouco compartilhar (estou trabalhando duro pra lançar uma loja virtual em setembro), mas – se Deus quiser – logo logo vou trazer novas experiências por aqui. Seu comentário pra mim foi aquele empurrãozão. :D Obrigada pelo carinho! Bjks!

  26. Maria Alves disse:

    É muito bom ver gente feliz! E lendo tudo isso aí vivenciado por vocês nesse país tão lindo, fico também contagiada por toda essa beleza e aura da Holanda!!! Oh país lindo, meu Deus!!

  27. Claudia Leles disse:

    Maira, entrei no seu post só pra ler sobre os diques. Estou em Leiden e gostaria de visitar um. Eu me apaixonei por sua maneira leve de descrever a Holanda. Parabéns. Beijos.

  28. camila disse:

    Olá Maira,

    Sou mto fan da sua página, me divirto com seus comentários e o modo simples e fácil como vc transforma uma viagem!!Já havia escutado falar sobre esse parque carésimo e que os campos kilométricos de tulipa não ficavam por lá, mas não consigo encontrar em nenhum local exatamente como se chega e onde é os tais campos, se puder explicar melhor seria de grande ajuda.
    Obrigada,
    Camila

  29. Priscila disse:

    Olá,
    Adorei o post… e amanhã vou para AMS e gostaria de saber como faço para nos tais campos quilométricos. Porque só vejo informação sobre o parque.
    Obrigada!!!

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório