Eventos

PRÉ-NATAL – 2o Ultrassom Completo

Sexta-feira agora (15/10) foi o 2° exame de ultrassom oficial completo na maratona de pré-natal. Esse é aquele que eles chamam de morfológico no Brasil, onde o médico olha tuuuuudo (ou quase tudo).

Chegando lá, a mesma coisa de sempre. Urina, sangue, pressao e peso. Mas depois teve pelo menos uma coisa nova: acompanhamento dos batimentos cardíacos e movimentacao do bebê.

É assim. Eu deitei em uma cama, a enfermeira colocou uma cinta com um negócio gelado na minha pança e ficou pressionando outro negócio gelado cheio de gel também gelado também na pança. Ai um equipamento ligado à esses negócios vai emitindo sons que estao rolando lá dentro do barrigao, ou seja, é tipo uma caixa de som amplificadora da festa do sr. Rafael. O coracao do bichinho tá a mil por hora e tá numa mexecao danada! Mas quem disse que eu sinto alguma coisa? Pois é. A mulher ficou apertando o trem lá e disse pra eu apertar um negócio sempre que sentisse o bebê mexendo. Faca-me rir! Olhei pra ela e disse simplesmente que nao sinto ele mexer. Ela arregalou os olhos e disse: “Nao? Como assim? Você nao sente ainda ele mexer?”. Me senti uma ET, ou melhor, me senti a mulher menos sensível à movimentos dentro da própria barriga na face da Terra. Já nao chega a mulherada no Brasil olhar pra minha barriga e dizer: “Tá de 3 meses, né!?”. E ai eu penso: “Tá tirando, né!?”. No comeco eu ficava encanada quando o povo me tratava como ET só porque minha gestacao nao é igual à de todas as mulheres, mas agora quero mais é que minha barriga continue assim: bunitinha e enxutinha. :-D

Ah! E sobre eu nao sentir ainda o Rafa mexendo o médico também me tranquilizou dizendo que na primeira gravidez é super normal sentir só lá pelo 6° mês e que tudo irá variar de pessoa pra pessoa. O importante é que o bebê e eu continuemos saudáveis. Vixiiiiii !!! :-D

Depois desse exame foi a hora do estress no âmbito da comunicacao (ou falta dela). Mas essa parte pula, pois já exorcisei.

Hora do momento mais esperado da consulta: a ultrassonografia. E, dessa vez, muito mais agradável, pois a partir desta todas serao externas e com gelzinho aquecido. Delícia!

O Rafa tá lindo! Mas fiquei com dó, pois achei tudo muito apertado lá dentro e fiquei pensando que eu devo ter desejado nascer muito rápido quando estava na barriga da minha mae. Parece você dentro de uma kitnete! Também achei engracado, pois ele estava virado tipo de bruço. Acho que é porque ele ficou de mal da equipe da clínica depois que me fizeram passar nervoso. Tadinho. Enfim, o médico viu e mediu tudo que tinha que medir e disse que está tudo ótimo. Aliás, já afirmou isso logo no início quando flagrou o Rafa praticamente engulindo o dedo. Disse que esse é o sinal mais forte do bom desenvolvimento da pessoinha.

Ele está gigante. Pra vocês terem uma idéia, quando chegamos no Brasil (final da minha 18° semana), ele estava com 18 cm. Agora? Agora ele tá com 24 cm!!!! Já imaginou você crescendo 6 cm em apenas 3 semanas!? O peso está em 400g. Resumindo: tudo dentro do combinado. :-D

Agora adivinha se o médico falou sobre o sexo do bebê? Dito e feito. Só depois que ele limpou o gel da minha barriga é que comentou: “Acho que perceberam que só faltou saber o sexo do bebê, né!? Mas é que ia ser muito complicado tentar fazer ele ficar numa posicao propícia pra isso e também vocês nem dever fazer tanta questao de saber, né!?”. Eu só dei um sorriso bem amarelo pensando cá com o Rafinha: “É filhao, mal sabe ela que a gente é sabido e bem-informado. Bobinho esse médico, viu!?”. Pois é, nao sei se lembram, mas uma amiga minha aqui da Alemanha que também fez pré-natal com esse médico foi quem me aconselhou a tentar saber no Brasil, pois pra ela só foi confirmado o sexo da nenê no 8° mês. Obrigada por mais essa Paty!!! :-D

Eu estou com 58,5kg, ou seja, engordei 5kg do início para cá. Segundo a literatura moderna, ótima evolucao. Ueba! Barriguinha sarada essa, viu!? :-D

Estou me sentindo ótima. Sinto menos fome e menos cansaco. A única coisa que percebi é que vou ter que comprar uma bota e um casaco preto pro inverno, porque meu pé e minha barriga estao “inchando” e nao estao mais segurando a onda nao. Vou ver se acho alguma “Angebot” (promocao) por ai, pois será por apenas alguns meses e ai o negócio é pechinchar mesmo.

É isso. Tudo bonitinho e perfeitinho. Viu como nao vale a pena pensar nos estresses? Tem coisa melhor do que ter saúde, gerar um filho e constituir sua própria família com muito amor e carinho? Nao mesmo. Viva à vida!!!

Próxima consulta: 12/11/2010 – mas sem ultrassom.

PS: esse post, pra variar tá bem atrasadinho, mas hoje, dia 17/1o/2010 no período da manha senti o Rafa pela primeira vez!!! Mas depois escrevo só pra contar sobre a experiência. Aguardem! :-D

[pinit count="vertical"]

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório