sonhos

Que tal colher nuvens?

Que tal colher nuvens?

Quem nunca desejou tocar nas nuvens? Pular da janela do avião, acreditando que aquele mar de nuvens é tão fofinho que vai amortecer a queda, como se fosse um monte de algodão? Quem nunca quis morder as nuvens? Guardar as nuvens em uma garrafa? Não! Só eu tenho ainda esse desejo? Não pode ser! Pois é, voltando de Sampa hoje via Rodovia Bandeirantes não pude deixar de lembrar desse velho sonho, pois o céu de Sampa hoje estava repleto daquelas [...]

Amor verdadeiro de um homem

Amor verdadeiro de um homem

Desde quando eu era pequena sonhava acordada e dormindo com meu “princípe encantado”. Nos meus sonhos ele sempre foi moreno, mas acho que é porque a maioria dos homens brasileiros é moreno, ou seja, nenhuma premonicao, mas sim fruto do ambiente. Aqui na Alemanha as meninas devem sonhar ou com um loirinho de olhos azuis ou com os turquinhos que invadiram a terrinha por aqui e estao pegando várias “minas” alemazinhas. Enfim. Sempre sonhei e sempre acreditei que um dia [...]

Sonhos nao devem adormecer jamais

Sonhos nao devem adormecer jamais

Nao. Nao vou escrever nenhuma pegadinha só porque é dia da mentira, seus bobinhos. Aliás, aqui na Alemanha esse dia da mentira parece que nao pega nada, pois nunca vi ninguém brincando por causa disso, mas enfim. Hoje na Uni foi o dia do “pretinho básico”. Explico. Todo ano no semestre de verao (que verao?) acontece lá no Campus uma feira voltada para os alunos, onde empresas conveniadas com a Uni se apresentam para os estudantes e os estudantes se [...]

Meu horizonte é onde vou estar amanha

Meu horizonte é onde vou estar amanha

  Está comecando a metamorfose….. estou comecando a sentir a minha transformacao interior diante do novo horizonte… Nao eh tristeza, nao eh alegria, nao eh nenhum sentimento que um dia eu tenha conhecido. Novo, logo indefinível. Sinto um certo alívio em ir embora do Brasil neste momento. Sou brasileira com muito orgulho, mas diante do quadro atual sinto vergonha e medo de me tornar vítima da minha pátria. Nao quero ser mais uma cidada sentada assistindo aos massacres na TV. [...]