Capadócia

TURQUIA – Capadoccia (Ásia)

 (veja também o post da introducao sobre a Turquia e viagem à Istambul)

 

Surreal. Acho que esse é o melhor adjetivo para descrever essa fantástica regiao da Turquia, que já foi palco de vários acontecimentos históricos de tempos remotos e até cenário de um dos filmes da série Guerra nas Estrelas (A Ameaça Fantasma). A Capadócia é uma regiao da Anatólia (ou Asia Menor) que fica bem no centro da Turquia. É um planalto predominantemente semi-árido com paisagens deslumbrantes, entre picos, canions, imensas áreas desertas, lagos, e umas formaçoes rochosas muito particulares.

Tudo começou há alguns milhoes de anos, quando alguns vulcoes da regiao resolveram entrar em erupçao, cobrindo toda a área de tufa, que é um tipo de rocha resultante da mistura de lava, cinzas e lama. Depois disso, o tempo e a erosao do vento e da chuva cuidaram de esculpir a regiao. Resultado: algo indescritível e inesquecível!

É difícil descrever essa pluralidade de formas em poucas palavras, mas acho que a formaçao mais característica da Capadóccia sao aquelas “pequenas” montanhas em forma de cone, que me fizeram lembrar da casinha dos smurfs (Lá, lá, lá, lá, lá… lálálálá-lá…). E o mais interessante é que muitas dessas formaçoes realmente viraram casas de verdade, mas nao encontrei os Smurfs. (-:

Nos tempos remotos, as pessoas cavavam a tufa, que é uma rocha relativamente “macia”, e faziam as casas literalmente dentro das rochas. Aliás, existem também inúmeras igrejas que foram feitas dessa forma desde o início da era crista. Várias igrejas foram cavadas há mais de 1000 anos, e muitas delas preservam ainda os afrescos (sim, coisa de fresco!) pintados nas paredes. Aliás, falando em igrejas, vale ressaltar que a capadoccia é citada várias vezes na bíblia. Dizem que o apóstolo Paulo andou por essas bandas. Outro personagem ilustre dessas bandas é o Jorge da Capadoccia. Salve Jorge! Salve Coringao!!! (((-:

E pra mostrar que essa técnica de construçao ainda está sendo aplicada, dá só uma olhada no quarto onde ficamos hospedados em Göreme. Nos sentimos no tempo das cavernas.

 

Pois é, nos sentimos os homens da caverna… tá bom, mas com colchao macio, TV a cabo e água bem quentinha no banheiro  :-)))

Göreme

Göreme é uma cidadezinha de uns 3000 habitantes que fica bem no meio da Capadóccia. É um excelente ponto de partida para vários lugares da regiao tem inclusive trilhas e outras atraçoes bem em torno da cidade. Para chegarmos até lá pegamos um busao em Istambul que levou aproximadamente 10h pra chegar (sao uns 750km, 40 liras turcas por pessoa). Viajamos à noite com um monte de Mohameds, Ahmeds e dois chineses. O busao era até legal, comparável aos do Brasil, porém com uma diferença básica: nao tinha banheiro! Pois é, parece que o banheiro nao é um acessório obrigatório nos ônibus de viagem da Turquia, independente da duraçao da viagem. O jeito era esperar as paradas e torcer pra nao ter um revertério no caminho.

A cidade tem uma boa estrutura  turística, com um centro de informaçoes decente, casas de cambio e caixas automáticos, um monte de pousadas, bares e restaurantes. Além disso, tem algumas lojas que alugam carros, motos e quadriciclos. Pensamos em alugar uma moto pra passear pela regiao, mas, como o tempo estava mais pra inverno do que pra primavera, alugamos um carro mesmo. A cidade ainda estava vazia, por isso estava fácil barganhar. O aluguel do carro saiu por 60 LT para um dia (aprox. 30 €). Ficamos surpresos quando vimos que o carro estava com mais de 190.000 km rodados, afinal os carros de aluguel geralmente sao mais novos. No entanto, o carrinho, um FIAT com motor diesel, nos levou por mais de 300 km sem problemas. Valeu muito a pena, pois assim pudemos visitar outras atraçoes e conhecer melhor a regiao.

Trilha do Amor

Existem várias trilhas em volta da cidade de Göreme, entre elas a trilha do vale do amor. Essa trilha tem uns 8km, que podem ser percorridos em aproximadamente 3h de caminhada. No caminho para a trilha encontramos um cachorro que nos acompanhou até o final, o “Bandit”. A trilha começa em um canyon e depois vai abrindo e apresentando outras paisagens com formaçoes rochosas bem curiosas e uma vegetaçao bem interessante. Os paredoes guardam as marcas da erosao do vento e das águas, e mostram também uma variaçao de cores entre o amarelo, ocre, vermelho e marron. É simplesmente fantástico! Nao, nao dá pra descrever o que era aquilo.

Mas é só depois de umas 2h de caminhada que você entende a origem do nome dessa trilha. Dá só uma olhada nessas formaçoes!!  :-) ))

Comes e bebes

Como mencionado no post sobre Istambul, uma das atraçoes da Turquia é, sem dúvida, a sua culinária. Pra começar, o ambiente de vários restaurantes é surpreendente e único, cheio de tapetes e frequentemente com almofadas para  a gente se “aboletar” no chao. Extremamente interessante e descoladissímo! Uma comída típica do país é o Kebap, super difundido acho que em todos os países da europa. É uma carne assada em um espeto gigante, cortada em lascas pequenas e servida com batata ou legumes. Lembra um pouco o famoso “Churrasquinho Grego” no Brasil, mas é mais gostoso. Em Göreme, fomos a um restaurante que servia um Kebap que era cozido em um pote de cerâmica semi-fechado, que precisava ser quebrado para servir a comida. O cara traz o pote de cerâmica e o parte com um facao de meio metro (ui!)! O rango estava delicioso, fora os pedaços de cerâmica que a gente comeu junto com o Kebap.  Bom, no final tudo é barro mesmo…   :-)))

O rango é sensacional, mas o mesmo nao pode-se dizer da cerveja local. Afff… mas também vai esperar o que de um país dominado pelo islamismo… (((-:

Cidades subterrâneas

Outra coisa super interessante e única dessa regiao sao as diversas cidades subterrâneas. Pois é, assim como os tatus, os povos que habitavam essa regiao construíram várias cidades subterrâneas. Dizem que existem mais de 100 espalhadas pela regiao, sendo que a grande maioria nao está aberta a visitaçao. Historiadores dizem que as primeiras cidades subterrâneas foram construídas ainda na idade do bronze, porém a maior parte das construçoes e também das ampliaçoes ocorreu na época do império bizantino, principalmente entre os séculos IV e X, ou seja, praticamente todas tem mais de 1000 anos!

Essas cidades foram construídas com o propósito de oferecer proteçao a seus moradores. No começo serviam de proteçao contra os bichos, e depois serviam de proteçao contra o bicho-homem mesmo. Pois é, muitas cidades foram construídas ou ampliadas nos primórdios da era crista, quando os cristaos eram perseguidos pelo império romano. Depois que o imperador ”inventou” que o cristianismo deveria ser a religiao oficial do império, no final do século IV, os cristaos deixaram de ser perseguidos pelos romanos. Entretanto, as cidades subterrâneas ainda seriam usadas como proteçao contra as investidas dos árabes nos séculos seguintes.

Visitamos a cidade subterrânea de Derinkuyu. Essa cidade tem 11 andares subterrâneos e chega a 85m de profundidade. A estrutura da cidade é impressionante! Existem vários saloes que eram usados como igrejas, celeiros, escolas, banhos e até estábulos. Os quartos e saloes sao interligados por túneis, a maioria apertados. O pessoal que moraa lá devia ter dor nas costas… O Mohammed que estava lá na entrada nos disse que essa cidade podia abrigar até 10.000 pessoas! Devia ser igualzinho um formigueiro.  :-) )

Demos muita sorte pois, quando entramos na cidade subterrânea, nao havia absolutamente niguém lá dentro. Quando estávamos saíndo chegou um ônibus lotado de turistas japoneses. Como os túneis só permitem a passagem de uma pessoa de cada vez, imagino que deve ser insuportável quando tem muita gente lá dentro. E a vantagem de estarmos sozinhos lá dentro, foi termos tempo e criatividade pra brincar de “casal cavernoso”…hahaha… o Rô se realizou sonhando com as situacoes daquele tempo! (((-:

Vale de Ihlara

Depois da experiência de “homem das cavernas”, seguimos viagem para o canyon de Ihlara. O vale de Ihlara fica entre as cidades de Ihlara e Selime, e você pode percorrer o caminho através de uma trilha de uns 10km por dentro do vale. Paramos o carro na estrada e fomos andando pelo mato / pelo pasto até a beirada do canyon. A paisagem é maravilhosa! Os paredoes de pedra tem uma coloraçao avermelhada, e ao fundo é possível ver o monte Hasan (3262m).

As estradas pouco movimentadas da Capadoccia contrastam fortemente com as estradas da europa central, por onde passam milhares de caminhoes carregando mercadorias pra lá e pra cá (e olha que esse nem é o meio de transporte de mercadorias mais usado na europa). Me lembro de um frentista de um posto da rodovia Fernao Dias (liga SP a BH) dizer que era possível se ter uma idéia do aquecimento da economia do país através da quantidade de caminhoes que passavam na rodovia. Penso nisso todas as vezes que viajamos longas distâncias e quase nao observamos caminhoes. O que você vê no meio do caminho sao campos imensos, desabitados e sem cercas, que de repente terminam em um vale com aquelas formaçoes particulares da regiao.

Pra finalizar uma viagem fantática, só mesmo um pôr do Sol único e inesquecível como o que tivemos. Salve Jorge!!! Salve a vida!!! Salve a Turquia!!! (((-:

 Informaçoes:

  • Cambio: 1€ = 2,10 LT (ref. Março 2010).
  • Os preços de hospedagem e alimentaçao na Turquia sao aproximadamente a metade dos preços da europa central (Alemanha, França, etc…).
[pinit count="vertical"]

7 Comentários para "TURQUIA – Capadoccia (Ásia)"

  1. Sandra Santos disse:

    Oi Maira,
    As fotos ficaram lindas! Que delícia de viagem!..
    Aqui uma sugestao pra vc tentar um estágio: https://www.ptc-singen.de/ext/
    Um beijo,
    Sandra

  2. Valéria Amoris disse:

    Oi muié!!

    Não sabia q vcs iam a Turquia!! Que lindo, amei seu post, as fotos, os comentários pessoais, tudo…

    Vc continua escrevendo com a mesma mágia. Nos encanta!!

    Saudades!!

    Feliz que logo, logo nos veremos.

    Bjs,

    Val

  3. Marcio Engelmann disse:

    Aproveitem o máximo o tempo livre, pois tempo gasto com as viagens são muito, mas muito importantes para nossas vidas

    Big Kiss

    SUCESSSSSOOOO

  4. Sandra disse:

    Eu de novo. ;-) De uma olhada aqui:
    http://www.nestle.de/Home/Karriere/Stellenangebote/Stellenangebote.htm
    Talvez algo interessante pra vc?
    Beijoca,
    Sandra

  5. Lu disse:

    Má, amei o post! …mas eu sei que ta faltando post aqui de viagem, da festa em Stuttgart q tu se vestiu a carater, to esperando pra ler. Adoro teu blog, tu sabe rsrs
    e as fotos estão lindas, imagina umas fotos dessas numas molduras legais na parede da tua sala (da futura casa nova rsrs) vai ficar tao lindo e charmoso, to eu aqui com ideias de decoração hoje rsrsrs
    ah..tua tese…já pensou em marketing digital?
    bj
    Lulu

  6. Lu disse:

    ah esqueci, de qm é o cachorro na foto? rsrs gracinha!

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório