Maternidade

VIVER NA ALEMANHA – Café "Mamãe & Papai & Bebê"

Esse post poderia ser sobre vários assuntos como, por ex.: cafeterias em Stuttgart com infra-estrutura para atender maes com criancas de colo, número de bebês estrangeiros na Alemanha, número de bebês do sexo feminino nos últimos anos (todas sao meninas na foto acima), tolerância e flexibilidade dos brasileiros, etc. Por isso decidi colocar um título onde eu possa escrever sobre tudo isso. (((-:

Organizei solidariamente e com muita alegria um encontro entre algumas amigas que tiveram bebê à pouco tempo (e tinha até uma vovó na turma), pois todas sao brasileiras e algumas nao se conheciam, enquanto outras só se viram uma vez aqui em casa e depois perderam o contato. Foi, pra mim, um evento muito especial, pois todas sao muito especiais e as conheci antes de serem maes. É mágico vê-las tao transformadas em tao pouco tempo, é delicioso vê-las tao maduras e competentes em algo que elas nunca viveram. Mas nesse mundo ninguém mais acredita em boas intencos, pois estando ali, percebi que alguns talvez chegaram a pensar que propus esse encontro para fazer uma graaaande revelacao, mas se enganaram bobinhos. (((-:  – Amigas/colegas que nao foram convidadas, nao fiquem chateadas, facam filhos ou organizem o próximo encontro e ai estao dentro. Viu como é fácil? (((-:

Decidimos tomar um café da manha (Frühstück) juntos em uma cafeteria em Stuttgart e é ai que comecou a parte emocionante da bagacinha. A princípio tínhamos combinado de ir só a mulherada e os bebês, mas depois algumas disseram que era melhor levar os maridos pra tomar conta das bebês. Vocês acreditam que isso aconteceu? Naaada. (((-: Enfim, no fim fomos todos (inclusive o Rô, que fugiu da foto pra nao se comprometer…hahaha), mas faltou um casal com uma menina linda que estava doentinha.

Sabe quando uma cafeteria aqui em Stuttgart deve ter recebido 11 adultos, 4 bebês e, nao podemos esquecer do principal, 4 carrinhos de bebês de uma só vez? Acredito que NUNCA. Sério! Procurei incansavelmente na internet cafés com infra-estrutura para isso (“Café mit Kinderbetreuung” ou “Kinderfreundliche Cafés”) e, no fim, decidi tentar a sorte mesmo em alguns que foram classificados como bons pelos internautas. Até encontrei um site com várias dicas nesse sentido, mas pela internet nao consegui muitas infos sobre tais cafés, entao achei melhor nao arriscar.

Decidimos ir no “Academie der schönsten Künste“, um café realmente muito agradável, com uma decoracao repleta de arte e dizem que o café da manha lá é divino. Eu já tinha ido lá uma vez com meu primeiro grupo no curso de alemao, mas nao lembrava (básico). Liguei lá e perguntei se precisava fazer reserva, eles disseram que nao. Disse que eram muitas pessoas, disseram que nao precisava reservar mesmo. Disse que iriam algumas criancas de colo e perguntei se eles tinham cadeira e trocador, disseram que tinham tudo e que nao precisava mais me preocupar. Depois disso me deixaram falando com o “tun-tun”, ou seja, desligaram de uma forma bem alema na minha cara. Esse era o sinal que eu, dessa vez, nao peguei. (((-: Eu e o Rô chegamos mais cedo pra garantir os lugares pra cambada, mas chegando lá o atendente quase surtou quando eu disse os números. Primeiro ele disse que eles nao tinham espaco pra tanta gente, só tinham uma cadeira pra bebê e nao tinham espaco pra colocar os carrinhos. Insisti, ele liberou, mas disse que se meus amigos demorassem muito pra chegar eu nao poderia segurar os lugares. Pois é, ele nao sabia que eram todos brasileiros, senao aposto que ele nem tinha me dado a chance de esperar. (((-: Esperamos até 10 minutos depois do combinado e decidimos pensar em um plano B. Tá, eu decidi buscar outra café e o Rô decidiu ficar bravo até o fim do dia. (((-:

Sai ligando pro povo que ainda estava a caminho (brasileiro é brasileiro em qualquer lugar, ou seja, nossos segundos no relógio sempre sao mais lentos que os dos alemaes…hahaha). Eu tinha pensado no restaurante que eu mais AMO em Stuttgart, o “Pilum“, pois sei que lá eles servem café e brunch. Sem sucesso, pois no sábado eles só abrem a partir das 17 horas e é no domingo o melhor dia para ir lá tomar um café da manha ou faturar um brunch. “Pech gehabt!” (Azar o nosso!). Uma das meninas propôs o “Wiener`s Kaffeebar” , mas azar de novo, nao tinha mais lugar livre, ou seja, lá precisávamos ter reservado. Logo depois ela me liga e diz que no ”Alte Kanzlei” tinha lugar suficiente pra tudo e pra todos. Mas logo em seguida me liga outra e diz que já está no “Grand Café Planie” e que já dominou váááárias mesas pra gente. Detalhe que esse Café é o café onde eu já fui mais de 30 vezes, pois fica colado na escola onde estudei alemao, mas nem tinha pensado nele. (((-:

Plano B efetuado com sucesso! Fomos todos para o novo lugar de encontro e foi simplesmente fantástico, MAS o Café, apesar de realmente ser bem espacoso, nao tinha cadeira para bebê (Kinderstuhl), nao tinha trocador de fraldas (como fala isso em alemao?) e também nao tinha espaco para colocar os carrinhos de bebê (Kinderwagen). No fim, como bons brasileiros que somos, demos um jeitinho e nenhum dos imprevistos se tornaram grandes problemas. Por isso, entre outras coisas, que amo ser brasileira! Tá bom, acho que somos tolerantes até demais, mas prefiro mil vezes ser assim do que ser como os alemaes, ou seja, tolerância e inflexibilidade normalmente tendendo a zero.

Lógico que causamos no lugar, afinal aquela cena por aqui nao é nada comum e brasileiros sao para os padroes alemaes MUITO barulhentos. E, pra piorar, ainda tinha um italiano e um alemao bagunceiro entre nós. Já viu a farra, né? Ficamos sendo o centro das atencoes, principalmente dos garcons que tinham que tomar cuidado pra nao tropecar nos carrinhos ou até mesmo nos brasileiros (tipo eu) que nao param quietos em um só lugar. Tinha horas que eu observava eles tontinhos, principalmente na hora dos pedidos. Sinto que se chegarmos lá de novo, eles vao dizer que todas as mesas já estao reservadas. (((-:

Mas e você: conhece algum Café com infra-estrutura para criancas de colo & cia? Se conhecer algum nao deixe de dizer pra gente, afinal maes nessa situacao sao tolerantes, mas merecem ter um lugar ao Sol também, né!? Morar em país com baixa taxa de natalidade é isso, ou seja, a infra-estrutura voltada para maes com bebês de colo é muito limitada e quando se chega nos lugares sente-se até mesmo discriminada. Sério! Se a crianca chora, perturba a paz local, afinal como aqui nao tem muita crianca, nao tem muita choradeira em lugares públicos também. Se a crianca caga (ah defecar é verbo de fresco e já passamos da fase de “fazer caca”, né!? hahaha), muitas vezes a mae tem que limpar no carrinho mesmo, pois nao é tao trivial achar trocadores nos estabelecimentos tipo restaurantes. Se você entra nos lugares com o carrinho, você sente sempre que está atrapalhando (e está…hahaha). Agora junta tudo isso com o fato de você ter muitas amigas na mesma situacao que você? Isso é uma “Katastrophe” aqui na Alemanha! Ninguém tem tantos filhos e muito menos tantos amigos assim por aqui. (((-:

Bom, nem preciso dizer que depois desse evento tive mais uma idéia de empreendimento, né!? (((-:

Depois de falar tanto em café, tenho que ir ali tomar um, afinal sou uma viciada. Mas antes de ir, quero saber: alguma sugestao de cafeteria amiga da criancada em Stuttgart e arredores? Diga pra gente!

*********************************************************************************************

E no Brasil? Se fosse no Brasil com certeza eu nao ia fazer esse evento em uma cafeteria (afinal nem temos essa cultura – no Brasil o melhor café é aquele coado na hora em casa). Com certeza ia rolar é um belo e suculento rodízio em uma beeeeela e espacosa churrascaria. (((-:

[pinit count="vertical"]

8 Comentários para "VIVER NA ALEMANHA – Café "Mamãe & Papai & Bebê""

  1. Monica disse:

    Foi uma delicia de café!! Muito obrigada pelo evento, nos adoramos!! E o local onde trocamos fralda dos babys chama-se Wickelraum hehehe É so providenciar um bebe que vc aprende esses nomes rapidinho hehehe Se bem que nao sei se o mineirinho ficou traumatizado hahaha. Espero que nao! Bjs

  2. Patricia disse:

    Muito obrigada pela iniciativa, foi muito interessante poder trocar experiencias e dividir com as outras mamaes o que estamos passando.

    Alias pena que uma grande amiga minha Adriana nao pode estar conosco, mas da proxima vez, voces poderao conhecê-la. Ela tambem tem uma meninina chamada Giovanna e nos falamos todos os dias para trocar experiencias e aprendemos muito uma com a outra e os papais tambem!!!

    E uma fase muito especial para a Familia nova que se inicia. Estamos amando ser papais. Beijos para todas, Paty, Andre e Giovanna

  3. Rodrigo disse:

    Má.

    Um lugar marvilhoso de tomar um divino café da manhã que é grande e tem 2 andares é na Galeria dos Pães na Av. Estados Unidos, 1645 (http://www.galeriadospaes.com.br/).
    Digamos que ir lá é ganhar uns kg de tanta coisaaaaa.

    Beijão

    Gobbo

    • Maira disse:

      Oi moco, em Sampa tem lugares divinos pra tomar café da manha! Ainda bem que você citou um, pois ai tive a idéia de incluir outras dicas pra quem é de Sampa. Zóia aqui: http://www.euamosaopaulo.com.br/guia/cafe-da-manha/ e aqui tem mais http://guia.folha.com.br/guloseimas/ult10080u485392.shtml. Eu particularmente AMO o Fran´s Café da Calixto Bento, o Café da Livraria FNAC e o da Livraria Cultura, mas sao recomendados somente para pessoas sem filhos, pois o espaco é bem limitado. (((-: Bjks e obrigada pela dica Gobbinho!

      PS: quem for de outros Estados ou, até mesmo, morar em outros países e passar por aqui, deixe sua dica também, ok!? Mas nao esqueca de dizer se é recomendado para mulheres com criancas & cia ou nao, tá!? (((-: Ai me deu fome… (((-:

  4. Mi disse:

    que ideia legal! mas realmente é dificil achar um cafe que esteja preparado para receber varias criancas. Aqui em munique e arredores eu tenho a sensacao, que existem varios lugarezinhos que sao “kinderfreundlich”. Afinal, aqui existem muuuitas criancas, mas como nao temos filhos, nunca realmente prestei atencao pra essas coisas hehe bjs!

    • Maira disse:

      Oi Mi, eu também nao tinha a menor idéia sobre essas coisas, até quase todas minhas amigas aqui da Deutschland resolverem embuchar. (((-: Espera que tua hora chega neguinha! E a minha também! hahahaha… Se souber de cafeterias ai em Munique para mulheres com criancas ou nao, sag mal bitte! (((-: Bjks!

  5. Maira disse:

    Mô e Paty, AMEEEEEEEEEIIII !!! E fico muito feliz que vocês também tenham gostado, afinal isso era o mais importante pra mim.

    Mô segura ai que um dia eu chego lá…hahahaha… Sobre o Rô… xá ele comigo! Se ele até casou comigo, o resto agora é fácil negociar, nega! (((-: Bjks!

Deixe seu Comentário





* Campos de preenchimento obrigatório